Laudo aponta que filhote de boto encontrado ontem em Laguna não morreu por emalhe

1551

A fêmea de 1,47 metros, tinha cerca de três semanas de vida, e segundo a necropsia, morreu por uma forte pancada na região cervical, ocasionando uma grande lesão interna.

A equipe do Laboratório de Zoologia (Labzoo) da Udesc Laguna em conjunto com os pesquisadores do Projeto de Monitoramento de Praias (PMP-BS), concluíram na noite de domingo, 13, o laudo da necrópsia do boto encontrado morto nesta manhã por pescadores, na praia do Seis, na região da Ponta da Barra.

A fêmea de 1,47 metros, tinha cerca de três semanas de vida, e segundo a necropsia, morreu por uma forte pancada na região cervical, ocasionando uma grande lesão interna. A hipótese inicial de morte por emalhe de rede de pesca, conforme marcas no corpo indicavam, foi descartada.

Existe a possibilidade de o filhote ter colidido com uma embarcação. “Seria a primeira evidência deste tipo registrada na lagoa Santo Antônio dos Anjos, em Laguna”, afirma Pedro Castilho, professor da Udesc e coordenador do PMP-BS.

Fonte: Difusora Laguna

Comments

comments