Como o gás hélio foi descoberto em 1868?

1867

Com a chegada do espectroscópio, a primeira metade do século XIX se tornou uma época em que os cientistas desenvolveram um maior fascínio por observar o céu.

No início de 1800, o físico Joseph Fraunhofer foi capaz de observar o Sol, mas ficou intrigado com as linhas pretas que interrompiam as cores normais. Mais tarde, no campo da Física e Óptica, essas linhas no espectro solar adquiririam seu nome.

Em 18 de agosto de 1868, determinado a desvendar os segredos da galáxia por meio do espectroscópio, o astrofísico Pierre Jules Cesar Janssen se tornou a primeira pessoa a observar o gás hélio no espectro solar, um elemento nunca visto na Terra.

Eu vi

(Fonte: Wikimedia Commons/Reprodução)

O homem viajou por toda a Europa e a Ásia à procura de pontos de observação de ideias para analisar o céu noturno, também buscando eclipses solares. Em 18 de agosto de 1868, o governo francês e a Academia de Ciências Nacional chegaram a financiar uma expedição dele até Guntur, na Índia, para que ele pudesse testemunhar um eclipse solar total.

Naquele dia, durante o fenômeno, Janssen enxergou uma linha amarela brilhante cujo comprimento não combinava com nenhum elemento conhecido. O espectro foi o que mais se aproximou do padrão feito pelo sódio, mas era distinto o suficiente para receber a própria categoria. Ali ele fez a sua nova descoberta.

(Fonte: Time Toast/Reprodução)

Separados por alguns milhares de quilômetros, o astrônomo inglês Norman Lockyer também fez uma observação semelhante à de Janssen. Sendo assim, a Academia de Ciências concedeu o crédito da descoberta para ambos os cientistas, que se tornaram melhores amigos e concordaram em nomear o elemento de helium (que significa “Sol”  em grego).

Sem provas do que viram, muitos duvidaram da descoberta devido à quantidade de pessoas que avistaram elementos que não existiam, por isso Lockyer ajudou Janssen a embasar a alegação deles e foi atrás do químico Edward Frankland para tentar reproduzir o padrão de comprimento da onda no laboratório. Contudo, eles não tiveram sucesso na tentativa de recriá-lo.

O reconhecimento

(Fonte: Wikiwand/Reprodução)

O cientista americano John William Draper exaltou a descoberta de ambos em um discurso na reunião inaugural da American Chemical Society, em 1887.

“Costumo olhar para o raio amarelo brilhante emitido da cromosfera do Sol, por aquele elemento desconhecido, o hélio, como os astrônomos se aventuraram a chamá-lo. Parece tremer de emoção para contar sua história e quantos companheiros invisíveis ele tem”, declarou Draper.

Foi o físico italiano Luigi Palmieri que avistou o gás hélio na Terra, registrando a linha espectral amarela em seus dados quando analisava a lava do Monte Vesúvio. Após experimentos conduzidos com o gás pelo químico escocês Wiliam Ramsey, só em 1895 que os pesquisadores afirmaram que o gás hélio existia na Terra assim como no Sol.

Megacurioso

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/lagunainfoco

Comments

comments