Três pessoas da mesma família morrem por gripe A em SC

487

Dive/SC confirma a morte do pai por vínculo epidemiológico. Mãe e filha faleceram por H1N1 no último mês

Nesta quinta-feira (11), a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) confirmou a morte de três pessoas, da mesma família, moradores de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, pelo vírus Influenza (H1N1). Os casos ocorreram no último mês, porém apenas dois deles tinham sido computados pelo órgão.

Em nota, a DIVE/SC afirmou que o pai tinha 62 anos, apresentou sintomas da doença e morreu no dia 13 de junho último, mas não procurou atendimento médico, por isso não chegou a ser internado.

“A causa da morte foi declarada como parada respiratória, por isso ainda não entrou no nosso boletim. No entanto, ainda será notificada como morte por influenza por vínculo epidemiológico (um caso no qual o paciente tem tido contato com um ou mais pessoas que têm/tiveram a doença ou tem sido exposto a uma fonte pontual de infecção).” declarou a Diretoria no documento.

A mãe tinha 59 anos e possuía doença cardiovascular, fator de risco para a Influenza. Segundo a Dive/SC ela apresentou sinais da gripe no dia 9 de junho, foi internada no dia 12 e morreu no dia 15 de junho. A filha do casal, de 36 anos, teve sintomas antes, no dia 8 de junho, porém procurou atendimento apenas no dia 14 de junho – quando foi internada – e morreu 10 dias depois, no dia 24. A Diretoria informou que ela também estava no grupo de risco por apresentar doença cardiovascular.

Fonte: Clic RDC

Comments

comments