quinta-feira, maio 23, 2019
Home Notícias Segurança Repressão ao tráfico aumenta roubos

Repressão ao tráfico aumenta roubos

1569
Foto: Divulgação

Os últimos dois finais de semana chamaram a atenção pelos casos de roubo registrados na região da Amurel. Assaltos à mão armada, crimes em residências e comércio também ocorreram.

Conforme a polícia, os casos listados se devem à repressão ao tráfico de drogas.

De acordo com o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, o tenente-coronel Sílvio Lisboa, as forças policiais, sendo a civil e a militar, têm atuado com grande ênfase na região no combate ao tráfico de entorpecentes. “Têm sido realizadas apreensões de droga significativas. Com isso, os envolvidos acabam ficando com dívidas, e, para pagar, vão cometer delitos como roubo”, explica o comandante.

Para se ter uma ideia, entre as 18h e as 23h, três roubos foram registrados na Amurel, dois deles em Tubarão. Em um deles, um jovem de 21 anos relatou que estava no Terminal Rodoviário Urbano esperando o ônibus quando um homem de bicicleta se aproximou e pediu dinheiro.

Com a negativa do jovem, ele levantou a camiseta e mostrou o que aparentemente seria uma arma, e exigiu o dinheiro da vítima, que lhe entregou R$ 70. Um crime semelhante já aconteceu outras vezes. “Para estes casos, já temos um suspeito, e trabalhamos junto à DIC para prender o autor”, informa o comandante.

Lisboa acrescenta ainda que os crimes que têm sido registrados na Cidade Azul estão sendo mapeados. “Assim também, junto à Polícia Civil, já estamos ao encalço dos suspeitos. No caso dos crimes em residência, acreditamos que tenham sido praticados por pessoas de fora da região”, fala o comandante.

“Não há nada fora do normal”

Sobre os crimes, o comandante da PM antecipa que não há nada fora da normalidade. “São os mesmos casos que se relacionam à repressão ao tráfico”, completa Lisboa. Prova disso, segundo o comandante, são as estatísticas. “Para se ter uma ideia, neste mesmo período, comparado a 2017, tivemos redução de 30% nos casos de roubo. Seguimos com o trabalho para prender os acusados dos crimes registrados”, diz Lisboa.

Fonte: DS

Comments

comments