Home Notícias Geral Propaganda enganosa? Entenda a polêmica de Bettina

Propaganda enganosa? Entenda a polêmica de Bettina

837

Garota-propaganda da Empiricus vem causando alvoroço nas redes sociais após dizer em vídeo que virou milionária com pequeno aporte na compra de ações ao longo de três anos.

Os anúncios da Empiricus são uma espécie de fantasma que assombra quem navega pela internet. Aparecem quando menos se espera e custam a ir embora. Com uma comunicação agressiva para os padrões brasileiros, especialmente no ambiente de finanças pessoais, a empresa explica em seu site que ganha dinheiro com a venda de conteúdos com “as melhores sugestões de investimentos, em várias estratégias diferentes. De A a Z.”

Por dia, diz a Empiricus, suas informações sobre finanças e investimentos chegam a cerca de 1,8 milhão de pessoas. A receita do negócio vem da assinatura desse pacote de dados.

A empresa, que já esteve envolvida em outras polêmicas e trava disputa na Justiça contra a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), desta vez viu um de seus vídeos, estrelado por Bettina Rudolph, uma de suas funcionárias, viralizar como nunca havia ocorrido com outros de seus conteúdos.

O vídeo em que a jovem descreve em 1 minuto e 11 segundos seu sucesso como investidora no mercado de ações esteve entre os principais assuntos das redes sociais e motivou reação negativa entre os internautas. Muitos ironizaram e transformaram o breve relato de riqueza em memes, mas outros desqualificaram a informação, duvidando da fórmula aparentemente simples relatada pela apresentadora.

Assim é o texto da funcionária da Empiricus, resumidamente:

” Oi, meu nome é Bettina, tenho 22 anos e R$ 1.022.000 de patrimônio acumulado. Comecei com 19 anos e com R$ 1.019. Os resultados, eu garanto, serão os mesmos. Não tem como ser diferente. Se você tiver as mesmas ações que eu tenho, vai lucrar proporcionalmente o mesmo que eu. Isso vale para as perdas também”.

Além dos internautas, que criticaram o conteúdo e atacaram a funcionária da empresa, também sobraram condenações de quem atua no mercado financeiro — como corretoras e plataformas de investimento —, além de economistas dispostos a mostrar matematicamente que a conta não fechava.

Até a CMV parece ter entrado na onda. Na terça-feira, a comissão, responsável por fiscalizar o mercado financeiro, publicou em sua conta no Twitter uma série de textos entendidos com indiretas à Empiricus. Para ilustrar, foi usada a imagem de um lobo em pele de cordeiro: “Estou te dando conselhos financeiros. Eu nunca tentaria te vender um produto.”

Disputa

Na Justiça Federal do Rio, a comissão tenta enquadrar a empresa na categoria de analistas de valores mobiliários, o que exige credenciamento. Já a Empiricus declara ser provedora de conteúdo para auxiliar na tomada de decisão de investidores, o que a dispensaria essa qualificação.

Por meio de nota, a CVM informou que não falaria sobre o caso. O Procon de São Paulo entrou na polêmica e pediu à empresa informações sobre a campanha. Já o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) informou não ter recebido nenhuma queixa, tampouco decidiu questionar a Empiricus sobre o conteúdo do vídeo de Bettina.

Fonte: Com informações do Correio Braziliense

Comments

comments