Curiosidades

Curiosidades (10)

Trombetas do Apocalipse, Sons desconhecidos vem assustando o mundo

Fenômeno Global: misteriosos sons estão ocorrendo em todo o mundo; alguns acreditam ser as "Trombetas do Apocalipse".

Algo estranho parece estar acontecendo em todo o mundo: sons desconhecidos têm sido ouvidos globalmente ao longo dos últimos meses, e o fenômeno teria se intensificado nos primeiros dias de 2012.

Muitos vídeos apareceram na internet com a gravação destes estranhos barulhos, o que torna mais difícil do fato ser uma fraude. As gravações foram publicadas por pessoas diferentes desde o Canadá até a Europa.

Os sons consistem em rugidos, pancadas, e ruídos semelhantes aos de uma trombeta ecoando no céu.

A Bíblia Sagrada traz em Coríntios 15 a seguinte passagem: "Em um momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. " Esse texto tem feito com que muitos rumores sobre o fim do mundo circulem pela internet.

Mas é importante afirmar que nem todos os vídeos postados são verdadeiros. Muitos têm se utilizado dessa notícia para espalhar vídeos forjados com a intenção de fazer com que o fenômeno pareça muito mais disseminado do que realmente é.

No entanto, o fato é que algumas das gravações são autênticas, e a questão está intrigando muitas pessoas.

Como alguns dos vídeos, em particular os que apresentam rugidos, foram registrados quando as nuvens de tempestade eram visíveis, tem sido sugerido que eles possam representar algum tipo de fenômeno meteorológico. No entanto, a maioria das gravações foram feitas quando o céu parecia estar claro, e não há nenhuma sugestão de vento, mesmo naqueles registrados contra um fundo nebuloso.

A análise dos sons revelam que os seus ciclos variam de acordo com a localização, de 11 a 21 segundos. As freqüências foram uniformemente baixas e inconsistentes.

Algumas afirmações também têm associado os sons à atividade UFO, mas até agora nada foi comprovado.

A verdade é que todo mundo tem sua própria teoria para os acontecimentos.

Um professor chamado Jean-Pierre St. Maurice diz que há uma explicação natural para o fato. "De alguma forma eles estão pegando um ruído de antenas elétricas. Isso é ruído eletromagnético." St. Maurice afirma ainda que o fenômeno é normal e não há com que se preocupar.

Fonte: sitedecuriosidades

Vídeos sobre o acontecimento por ordem cronológica decrescente:

7 lugares secretos nos quais você não poderia entrar sem ser convidado

1. Bohemian Grove, nos Estados Unidos
Todos os anos, sempre no mês de julho, alguns dos homens mais influentes dos Estados Unidos se reúnem no acampamento Bohemian Grove, em Monte Rio, no norte do estado da Califórnia. O clube — fundado em São Francisco em 1872 — tem entre seus membros ex-presidentes, magnatas da imprensa, poderosos empresários e intelectuais das mais diversas áreas. Além de atender aos requisitos estipulados pela direção, para fazer parte deste restrito clube, o aspirante a sócio pode ter que aguardar até 20 anos e pagar uma taxa de 25 mil dólares quando for convocado.

06195406330163

2. Cofre onde fica guardada a fórmula da Coca-Cola, nos Estados Unidos
Cercada por câmeras, vigiada por seguranças e trancafiada dentro de um cofre de aço: é nesta aura de mistério que a fórmula secreta da Coca-Cola se mantém preservada em um museu que conta a sua história, em Atlanta, nos Estados Unidos. Apesar de a companhia permitir que o local seja aberto à visitação, acredita-se que a receita da bebida esteja guardada bem longe de lá.

06195433314164

3. Linha 2 do metrô de Moscou, na Rússia
Mesmo que fontes oficiais não confirmem, há anos especula-se sobre a existência de uma linha de metrô desativada em Moscou que interligaria diversos pontos estratégicos da cidade. Ela teria sido construída ainda na época da União Soviética e serviria para que os funcionários do alto escalão do governo pudessem se locomover pela capital do país sem serem notados. Em 1994, um grupo de exploradores afirmou ter achado uma das suas entradas subterrâneas, mas o Governo negou que ela, de fato, existisse.

06195516954165

4. Silo Internacional de Sementes de Svalbard, na Noruega
Se algum dia o planeta sofrer algum problema que interfira na produção de alimentos, basta recorrer a este banco de sementes localizado em Svalbard, na Noruega: nele estão armazenadas mais de 90% das sementes conhecidas no mundo todo. O silo, acessível para poucos, é totalmente subterrâneo e foi construído em uma região que estaria distante das possíveis mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global.

06195559689166

5. Igreja Santa Maria de Sião, na Etiópia
Um dos mistérios mais intrigantes da humanidade é a localização da Arca da Aliança, onde estariam guardadas as tábuas da lei que continham os Dez Mandamentos, além de artefatos sagrados para o povo de Israel. Uma hipótese é que o objeto esteja guardado na igreja Santa Maria de Sião, na Etiópia, contudo apenas um sacerdote está autorizado a entrar no local onde ela se encontra.

06195624392167

6. Pine Gap, na Austrália
Na região central da Austrália — um dos lugares mais remotos do país — está localizado Pine Gap, o equivalente à Área 51, encontrada nos Estados Unidos. Trata-se de uma estação de rastreamento supostamente controlada pelos governos australiano e norte-americano que tem como principal objetivo monitorar satélites chineses, russos e do Oriente Médio.

06195713297168

7. Lascaux, na França
Este é um antigo complexo de cavernas no sudoeste da França conhecido pelas pinturas rupestres das suas paredes, feitas cerca de 17,5 mil anos atrás. Entre as representações bem preservadas do lugar estão bois, cavalos, cabras selvagens, felinos e outros animais. Para evitar que as expressões artísticas dos nossos antepassados fossem degradadas, optou-se pelo fechamento das cavernas, sendo permitida a entrada apenas de especialistas.

06195744516171

Fotos:(Reprodução/WikiPuppet)

Fonte: Megacurioso

Teorias da conspiração: 4 personalidades que seriam secretamente islâmicas

Em um momento ou outro ao longo da História, todas as principais religiões que existem no mundo foram alvo de perseguições. Os cristãos tiveram sua vez, assim como os judeus — em diversas ocasiões, coitados! —, os budistas, os hindus e os muçulmanos. No entanto, por conta das ações motivadas por alguns fundamentalistas rebeldes, ultimamente os islâmicos acabaram ganhando má fama novamente.

Tanto que, apesar de todo mundo ser supostamente livre para praticar a religião que bem entender, muita gente vê com maus olhos que as pessoas se convertam ao Islã, e inclusive existem teorias da conspiração relacionadas com isso. Veja a seguir quatro exemplos — selecionados a partir de um artigo de David Tormsen, do portal ListVerse — de personalidades que, segundo os conspiradores de plantão, teriam adotado o islamismo:

1 – Dalai Lama

Acredita que existem pessoas que estão convencidas de que Tenzin Gyatso, o atual Dalai Lama, se converteu ao islamismo? E mais: ele não só seria muçulmano, como também um ditador teocrático obcecado pelos nazistas! Quem começou com essa maluquice foram os seguidores de uma divindade tibetana chamada Dorje Shugden — e um dos motivos da acusação seria que o líder do budismo tibetano jamais admitiu verbalmente que ele é... budista.

23142421202065

Segundo esse pessoal, quando Tenzin Gyatso foi descoberto, ele vivia em um vilarejo muçulmano chamado Taktser e, mesmo não tendo raízes budistas, ele foi eleito como sendo a 14ª encarnação do Dalai Lama. A escolha teria gerado certo desconforto na época, mas Gyatso decidiu assumir a posição mesmo assim, e hoje ele é acusado por alguns ativistas de ser um ditador.

De acordo com David, essa panelinha que é contra o Dalai Lama pertence a um grupo ligado a uma seita que há séculos causa conflitos entre as demais divisões da religião no Tibet. Seus seguidores teriam como propósito instaurar o Budismo Tibetano Geluk sobre as demais divisões budistas que existem no país — a Sakya, Nyingma, Kagyu e Jhonang — e contariam com o apoio do governo chinês para isso.

2 – Príncipe Charles

Os rumores sobre a suposta conversão do Príncipe Charles ao islamismo começaram a circular em meados da década de 90. Segundo David, a origem da suspeita provavelmente está ligada ao interesse dele pela cultura, bem como por sua admiração pública a algumas instituições muçulmanas e o papel das mulheres em sua sociedade. Inclusive dizem que Charles acreditaria que os valores dessa religião poderiam ajudar a solucionar diversos problemas no Reino Unido.

23142436584066

Além disso, o Príncipe teria convocado um comitê de especialistas para aconselhá-lo sobre questões associadas ao islamismo, e os conspiradores acreditam que a Família Real britânica mantém laços suspeitosamente próximos com muitos governos muçulmanos. Segundo dizem, o fascínio de Charles estaria ligado a uma atração pelo autoritarismo, pelo conservadorismo e pelas atitudes contra as mulheres.

Por outro lado, sendo o Príncipe Charles um interessado e atuante historiador, a explicação mais plausível pela atração pela cultura islâmica seja simplesmente um interesse pessoal mesmo. E a curiosidade por esse tema não guarda qualquer relação com uma suposta conversão ao islamismo. Mas, já que falamos sobre Charles, que tal relembrarmos algumas teorias da conspiração associadas com a Princesa Diana?

3 – Princesa Diana

Sempre existiu uma enorme abundância de boatos relacionados com a Princesa Diana, tanto antes como depois de sua trágica morte, em 1997. Dizem, por exemplo, que ela considerou se converter ao islamismo quando se envolveu com um cirurgião paquistanês chamado Hasnat Khan, sem falar que seu último namorado, Emad Mohamed al-Fayed — o Dodi, lembra? —, era egípcio e muçulmano.

23142456739067

Um dos rumores mais populares foi o de que Diana teria sido assassinada pela Inteligência britânica para evitar que ela se casasse com Dodi e o herdeiro do trono tivesse um muçulmano como padrasto. Algumas fontes chegaram a sugerir que a Princesa inclusive já havia se convertido quando morreu, e também existem os famosos boatos de que ela estava grávida. Portanto, segundo os conspiradores, era mais fácil se livrar dela e pronto.

De acordo David, Mohamed al-Fayed, pai de Dodi, era um forte defensor dessa teoria e, segundo ele, a monarquia britânica estava apavorada com a ideia de os príncipes Harry e William terem meio-irmãos islâmicos. Assim, o Príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth, teria sido quem orquestrou toda a ação, e até o (então) premier do Reino Unido, Tony Blair, assim como a própria irmã de Diana, estariam envolvidos na conspiração.

4 – Adolf Hitler

Eis outra personalidade — neste caso, infame! — que, segundo os conspiradores de plantão, teria se convertido ao islamismo: Adolf Hitler. De acordo com David, essa ideia surgiu graças às memórias de Albert Speer, que atuou como Arquiteto-Chefe e Ministro de Armamentos do Terceiro Reich. Speer dizia que o Führer acreditava que os alemães praticavam a religião errada, e que ele preferia o islã ao cristianismo (nem vamos falar sobre o judaísmo!).

23142514851068

Ademais, aparentemente existem indícios de que Hitler tentou recrutar soldados muçulmanos para lutar pelo Terceiro Reich, já que muitos, assim como os seguidores de seu regime, se opunham ao comunismo, à democracia liberal e aos judeus. Por outro lado, poucas evidências apontam que Hitler era muçulmano e, segundo os registros históricos, o Führer era católico e, mais tarde, se declarava ateu.

Também vale lembrar que, embora Hitler tenha afirmado que não seguia qualquer religião, ele jamais renunciou ao catolicismo formalmente. Em realidade, o Führer manipulava os princípios tradicionais da Igreja, usando-os como base para os seus inflamados fundamentos nacionalistas.

Fonte: Megacurioso

 

6 torturas horríveis infligidas aos primeiros cristãos

Escolher uma religião e assumir isso publicamente já causou mais implicações do que qualquer um possa imaginar.

Os primeiros cristãos, por exemplo, enfrentaram perseguição e morte por suas crenças. Muitos foram torturados, como os discípulos de Jesus, que sofreram a mesma punição e foram crucificados.

Conheça outros 6 métodos que foram usados na Idade Média:

1. Ser assado

Mais conhecido por sua morte do que por seu ministério em vida, São Lourenço atuou em Roma durante a perseguição aos cristãos. Após a decapitação do Papa Sisto II, o Imperador romano Valeriano exigiu que a Igreja entregasse a sua riqueza ao Estado. São Lourenço levou os fiéis pobres até o Imperador, dizendo que o dízimo era dividido entre eles.

23172429942255

Como castigo, ele foi colocado sobre uma grelha e queimado vivo por um braseiro ardente. Diz a tradição católica que, enquanto o santo queimava, ele teria dito “podem me virar agora, pois este lado já está bem assado”.

2. Ser arrastado

Marcos fundou a Igreja Cristã em Alexandria e pregou para as massas, afirmando que eles deveriam desistir de seus deuses e deusas egípcias. Não se sabe ao certo quantas pessoas ele conseguiu converter antes que uma multidão enfurecida o prendesse em uma corda e o arrastasse por dois dias. Mesmo após a sua morte, o corpo foi continuou sendo levado, até seus ossos ficarem expostos.

23172455729256

3. Ter a pele removida

Ter a pele removida causava uma dor tão insuportável que, inevitavelmente, as vítimas poderiam desmaiar durante o processo. Para evitar isso, elas eram penduradas de cabeça para baixo, para que o fluxo de sangue em excesso nos seus cérebros as deixassem conscientes.

23172555025257

Por ser algo difícil de se fazer, os torturadores cortavam as peles em tiras, com o auxílio de uma faca, a não ser que o objetivo fosse conseguir um “troféu” (a pele inteira). Foi desta maneira que morreu Bartolomeu, um dos 12 apóstolos.

4. Ser destroçado por cães

Não é novidade que Nero tinha um gosto sádico para criar torturas. Em uma delas, quem recebia a punição era costurado em peles de animais selvagens e jogado aos cães famintos, que destroçavam as vítimas.

23172708377258

5. Ter as entranhas comidas por porcos

Por volta do ano 363, uma punição chocante era utilizada: a vítima era arrastada, tinha a barriga aberta e preenchida por grãos de milho. Em seguida, porcos eram deixados no local, para que comessem os grãos e as entranhas do acusado.

23172830746260

6. Roda Catarina

Conhecido como “Roda Catarina” ou “Roda de despedaçamento”, este era um método terrivelmente doloroso em que a vítima era amarrada a um círculo de madeira. Em seguida, o torturador usava uma marreta ou um martelo para quebrar vários ossos do acusado. A vítima era deixada nessas condições para morrer, o que poderia levar até três dias.

23172739468259

FONTE(S) LISTVERSE

Microcefalia pode estar sendo causada por inseticida usado contra mosquito

Se não bastasse o Aedes aegypti estar causando um problemão à saúde pública mundial, como os recentes surtos de dengue, zika e chikungunya, o pesticida Pyriproxyfen, usado no combate a essa praga, pode ser o responsável pelos casos de microcefalia no Brasil.
Ao menos é isso que defende uma associação de médicos argentinos. Eles publicaram um relatório mostrando que o governo brasileiro passou a usar esse veneno em 2014 como parte de um programa de prevenção do avanço do número de mosquitos justamente em regiões em que apareceram o maior quantidade de casos de microcefalia.
Para piorar essa possível teoria da conspiração, os médicos alegam que o Pyriproxyfen é produzido pela Sumitomo Chemical – uma empresa japonesa que tem parceria com a Monsanto, que é uma das líderes mundiais no ramo da biotecnologia agrária e tem diversos contratos comerciais com a América Latina.

11154721010387

O mosquito Aedes aegypti é o responsável pela transmissão da dengue, do zika vírus e da chikungunya

“Não são coincidências”

Para reforçar ainda mais essa tese, que vai na contramão do que está sendo estudado hoje em dia, o jornal Washington Post publicou uma matéria com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, explicando que o surto de microcefalia pode ter outra causa além do zika. Santos explica que foram diagnosticadas mais de 3 mil grávidas com o vírus em seu país – e nenhuma delas desenvolveu bebês com microcefalia. Além disso, o The New York Times apontou que, de 404 casos estudados, apenas 17 também apresentaram o zika.

Curiosamente, o Pyriproxyfen atua como pesticida justamente inibindo que algumas fases da larva do mosquito cheguem a se desenvolver. Os insetos nascem com malformação ou sequer chegam a completar seu ciclo larval. A Sumitomo explica, porém, que a própria Organização Mundial da Saúde classifica o pesticida como sendo de risco relativamente baixo.

“As malformações detectadas em milhares de crianças de mulheres grávidas que vivem em áreas onde o Estado brasileiro adicionou Pyriproxyfen à água potável não são uma coincidência, apesar de o Ministério da Saúde colocar a culpa direta sobre o vírus zika para este dano”, alerta o relatório dos médicos argentinos.

11154154126376

Pesticida usado para combater o mosquito poderia ser o responsável pelo surto de microcefalia no Brasil

Manipulação?

Mas antes de falar que os hermanos estão querendo causar comoção ao meter o bedelho na nossa saúde pública, saiba, também, que existem diversos médicos brasileiros que concordam com essa opinião. Foi lembrado que durante anos o vírus zika passou praticamente batido pelas autoridades sanitárias – mesmo em áreas nas quais mais de 75% da população já foi infectada. Seus sintomas mais comuns são febre baixa e dores nas articulações das mãos e dos pés.

A Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva) condena o uso de controladores químicos para o Aedes aegypti, já que, além de não estar surtindo efeito real na diminuição dos mosquitos transmissores da dengue e do zika, eles podem estar contaminando a água potável e sendo um dos possíveis causadores da microcefalia. Isso porque, mesmo que a OMS qualifique o Pyriproxyfen como sendo de baixo risco, seus testes foram feitos em outros mamíferos, e não em humanos.

Outro problema, para a entidade, é que as próprias empresas responsáveis pelo controle do mosquito estariam por trás da manipulação dos resultados para que apenas o zika seja apontado como causador dos surtos de microcefalia. Isso tudo para não ferir contratos comerciais com empresas de inseticida, como a Sumitomo, ou de mosquitos modificados geneticamente, como a inglesa GM Oxitec. Essa segunda opção de combate ao mosquito foi assunto de outra possível teoria da conspiração.

11154647673386

Mosquitos transgênicos também já foram alvo de teoria da conspiração

Soluções

Tanto a Abrasco quanto a associação de médicos argentinos defendem que a melhor maneira de combater essas doenças é através de ações comunitárias e de controle para que o Aedes aegypti não se reproduza. Ambas apontam, por exemplo, que em El Salvador foi adotada a tática de colocar peixes em lugares com água parada – esses animais se alimentam das larvas do mosquito e ajudam na eliminação do inseto. Ao menos foi isso que ajudou o país a se livrar do surto do dengue.

Se isso tudo é uma grande conspiração governamental para continuar com seus contratos comerciais, pelo jeito a população só vai descobrir com o tempo. Enquanto isso, novos casos de microcefalia estão pipocando e desafiando a medicina. Um estudo publicado nesta quarta-feira (10), pelo The New England Journal of Medicine, mostrou traços do DNA do vírus zika no cérebro de um bebê que nasceu com microcefalia e diz que há relação direta entre as duas coisas. Seria apenas essa a causa dessa condição?

Fonte: Megacurioso

3 coisas que todos pensavam estar na Bíblia, mas não estão

Todo mundo conhece a Bíblia — afinal, ela é o livro mais famoso da História, assim como o vendido e o mais roubado no mundo, e existem traduções dela em mais de 2,4 mil línguas. No entanto, são poucos os que realmente conhecem a Bíblia e o seu conteúdo profundamente.
Tanto que não faltam mal-entendidos com respeito aos textos e às suas interpretações, e, como você verá a seguir, inúmeras coisas que muita gente pensa estar nas Sagradas Escrituras não estão!

1 – O Purgatório
Basicamente, a ideia é de que os bons vão para o céu, os maus para o inferno e os “mais ou menos” vão passar uma temporada no Purgatório para purificar suas almas — ou não — antes de serem despachados para o “andar de cima” ou para o “de baixo”. No entanto, embora esse lugarzinho sombrio seja pra lá de popular entre os seguidores do catolicismo, na Bíblia não existe nenhuma descrição literal sobre ele. 

20161949606282

Na realidade, a existência do purgatório foi introduzida no século 15 pelo Concílio de Florença e foi sugerida como forma de explicar aos fi´ris o que acontece com aqueles que morrem e não se qualificam imediatamente para ir para o paraíso — ou para o inferno — porque, apesar de terem sido boas pessoas, eles precisam ser submetidos a um período de punição para se livrar de todos os pecados que cometeram em vida.

20162005487287

Além disso, a Bíblia não trata da questão de para onde foram as almas das pessoas bondosas que perderam suas vidas antes de Cristo, nem do que acontece com os bebês que falecem antes do batismo. Nesse caso, existe ainda o conceito de Limbo, que seria o lugar que abriga essas almas “perdidas” — e ele também surgiu após a Bíblia ser escrita.

2 – Maria Madalena como prostituta

Quem nunca ouviu a história de Maria Madalena, a prostituta que encontrou Jesus e, após se arrepender de seus pecados, pediu perdão e se tornou uma de suas mais fiéis seguidoras? Ela é um dos mais famosos personagens bíblicos e, segundo muitos acreditam (especialmente os que leram “O Código Da Vinci” de Dan Brown), Maria Madalena foi o único apóstolo mulher e favorita de Cristo — e inclusive existem rumores de que eles teriam se casado e até tido filhos juntos.

20162046796293

Entretanto, apesar de Maria Madalena aparecer na Bíblia como sendo uma discípula — disso não restam duvidas, o nome dela está lá! —, em nenhum lugar está escrito que ela foi a única, muito menos que era prostituta. Aparentemente, essa história surgiu depois que a pobre mulher começou a ser confundida com outras personagens bíblicas que também se chamavam Maria. E, como você deve saber, não faltam Marias nas Sagradas Escrituras!

Uma das teorias é que, por conta de tantos personagens com o mesmo nome — sem falar das muitas mulheres não identificadas que aparecem na Bíblia —, Maria acabou se transformando em um emaranhado de todas elas. E, para complicar ainda mais a situação, o Papa Gregório I declarou que Maria Madalena era a mesma mulher que todas as demais chamadas Maria que aparecem nas sagradas escrituras, exceto pela mãe de Jesus.

Revendo as evidências da Bíblia, fica claro que Maria Madalena é identificada como pecadora — mas os textos não especificam que, com “pecadora”, se referem a ela como prostituta. Foram os fiéis quem fizeram essa dedução. E por que a Igreja teria deixado que ela ficasse conhecida dessa forma? Alguns estudiosos acreditam que isso ocorreu porque a instituição queria usar as poucas e confusas “sugestões” sobre Maria Madalena para manter as mulheres fora do clero.

3 – Os Sete Pecados Capitais

Gula, avareza, luxúria, ira, inveja, preguiça e soberba. Todo mundo já ouviu falar a respeito dos sete pecados capitais, ou seja, as piores transgressões que podemos cometer. No entanto, apesar de eles serem superfamosos — e tão conhecidos como os Dez Mandamentos —, em sua forma atual, eles não se encontram na Bíblia. Pode procurar, se você quiser!

20162139992295

Se você parar para pensar, os sete pecados consistem em condições humanas bem comuns — e difíceis de evitar —, e essa classificação de “vícios” (por assim dizer), surgiu antes do cristianismo. A listinha foi tomada emprestada pela Igreja Católica durante a Idade Média e levemente reformulada para que ela pudesse ser utilizada com o objetivo de proteger, educar e controlar os fiéis.

Assim, primeiro, no século 4, o teólogo e monge grego Evágrio do Ponto apresentou uma lista contendo oito pecados (gula, avareza, luxúria, ira, melancolia, preguiça, orgulho e vanglória) e, mais tarde, no século 6, o Papa Gregório I definiu uma nova classificação, que consistia em sete crimes — orgulho, inveja, ira, indolência, avareza, gula e luxúria.

Depois, no século 13, Tomás de Aquino propôs que a transgressão da melancolia fosse substituída pela preguiça, e foi então que a lista tomou a forma como conhecemos hoje em dia. Mas os sete pecados só foram se tornar famosos pra valer depois da publicação da “Divina Comédia” de Dante, que divide o inferno em sete círculos que correspondem aos crimes capitais.

Vale mencionar ainda que o Papa Bento XVI sugeriu a inclusão de sete pecados modernos, que seriam: a pressa, a manipulação genética, ser muito rico, usar drogas, causar injustiça social, interferir no meio ambiente e causar a pobreza.

Fonte: Megacurioso

Antigo texto egípcio diz que JESUS tinha o PODER de MUDAR DE APARÊNCIA

Um antigo texto egípcio, datado de 1200 anos atrás e encontrado recentemente, narra parte da vida e da crucificação de Jesus e também traz informações que mudam consideravelmente a história conhecida.

O texto, escrito em língua copta, descreve Pôncio Pilatos como um discípulo fiel e não como um traidor – ele narra uma cena ocorrida antes da crucificação de Jesus, na qual Pilatos oferece seu próprio filho para ser sacrificado no lugar do Messias.

Ele também explica por que Judas teve que beijar Jesus para identificá-lo aos romanos: de acordo com o texto, Jesus era capaz de mudar sua aparência. Além disso, ele afirma que Jesus foi preso em uma terça-feira, e não em uma quinta, como se acredita atualmente.

“Então os judeus disseram a Judas: como o prenderemos se ele não tem uma forma única, mas sua aparência muda? Algumas vezes é negro, outras é branco, outras é vermelho, algumas vezes tem a cor do trigo, algumas vezes é amarelo... algumas vezes é jovem, outras vezes é um homem velho...”.

O tradutor dos textos, o professor Roelof van den Broek, da Universidade Utretcht, na Holanda, afirma que os fatos não ocorreram necessariamente como são descritos, mas é possível que sejam relatos coletados do que as pessoas na época pensavam sobre Jesus e sua vida.

Fontes:
historiayarqueologia.com
seuhistory.com

7 crenças populares sobre destinos turísticos famosos que estão erradas

Viajar é uma das coisas mais divertidas e interessantes que podemos fazer em nosso tempo livre. No entanto, como em praticamente qualquer atividade que envolva seres humanos, mesmo isso pode dar muito errado.

Por exemplo, se você vai para algum lugar já achando que algo vai lhe dar muitos problemas, é bem provável que isso realmente se realize. Ou se acredita piamente que verá algo que todo mundo diz que acontece em tal lugar, mas aquilo não ocorre, fica decepcionado.

Há alguns “fatos” sobre lugares famosos que costumamos repetir como se fossem verdades universais, mas que muitas vezes estão completamente errados. Vamos enumerar alguns deles e esperamos que isso faça com que você repense aquele roteiro turístico que estava planejando fazer nas próximas férias para incluir algum desses destinos maravilhosos.

1. A Noruega não é um país coberto de neve

04155642239362

O país é um dos poucos em que se pode ver a aurora boreal, fenômeno óptico em que luzes coloridas parecem dançar pelo céu. Por isso só acontecer na região polar, há quem acredite que o país inteiro está sempre coberto de neve e sob temperaturas baixíssimas.

Na verdade, somente o extremo norte da Noruega está dentro do Círculo Polar Ártico, enquanto as áreas mais povoadas possuem um agradável clima temperado e com bastante vegetação verde, principalmente durante os meses de inverno.

2. Ocidentais não são proibidos de entrar no Irã

04155747198365

Apesar de ter relações diplomáticas rompidas com os Estados Unidos desde 1979, o Irã não proíbe que americanos ou quaisquer outros cidadãos do “mundo ocidental” visitem suas belas cidades.

Caso você tenha interesse em conhecer o país, precisa apenas conseguir um visto na embaixada iraniana em Brasília antes de viajar, já que não é possível conseguir o documento após sua chegada lá. Com uma rápida pesquisa na internet você já consegue quase todas as informações de que precisa. E os iranianos adoram brasileiros, aliás.

3. Na Austrália, você não verá cangurus e coalas por toda parte

04155930190366

A menos que você vá a reservas ambientais ou zoológicos, é muito improvável que você veja algum coala ou canguru enquanto estiver passeando pela Austrália. Com sorte, talvez possa cruzar com algum deles se resolver fazer um passeio pelo famoso deserto australiano, o Outback.

Falando nele, saiba que 90% da população do país vive em áreas metropolitanas ou costeiras, por isso também não espere encontrar o Crocodilo Dundee ou uma tribo de aborígenes enquanto estiver atravessando o deserto.

4. Há mais na Tailândia do que as cenas que você viu em “Se Beber Não Case! Parte II”

04160453612374

Não dá para negar que nas maiores áreas metropolitanas do país, especialmente em Bangkok, há uma verdadeira indústria do turismo sexual e dos jogos de azar, mas isso obviamente não representa o país todo.

A Tailândia possui paisagens belíssimas, como praias, cachoeiras no meio da floresta e montanhas, além de construções históricas de beleza ímpar. E não se preocupe com a comunicação por lá, uma vez que o inglês é ensinado nas escolas e universidades tailandesas.

5. Mulheres não precisam cobrir a cabeça em todos os lugares do Oriente Médio

04161101181382

É verdade que em alguns lugares essa regra é válida, principalmente nos países muçulmanos mais conservadores, como a Arábia Saudita. Mas em muitos países o uso do lenço cobrindo os cabelos só é obrigatório quando uma mulher adentra uma mesquita.

Em Dubai e no Marrocos, por exemplo, é perfeitamente aceitável que as mulheres fiquem apenas de biquíni enquanto aproveitam as piscinas dos hotéis em que se hospedam. Basta que, quando for dar uma volta pela cidade, a mulher não use roupas provocantes ou coladas ao corpo, além de cobrir os ombros e joelhos. E é claro, se vestir de um modo que não desrespeite a cultura local, por isso é bom se informar sobre o assunto.

6. Não são todos os parisienses que são mal-educados

04161357275384

Paris é uma das cidades mais famosas do mundo (se não for a mais) e você provavelmente já sonhou pelo menos uma vez na vida em viajar para lá. Mas também já deve ter ouvido falar que os parisienses não são exatamente o povo mais receptivo do mundo, normalmente tratando os turistas de forma bastante rude.

É claro que há situações em que isso é verdade, mas o mesmo pode acontecer em qualquer lugar. Há muitos moradores de Paris que adoram turistas, e se você arriscar pelo menos uma meia dúzia de frases em francês – nem que seja para dizer que você não sabe falar a língua local –, isso vai abrir muitas portas.

7. As Pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge não ficam no meio do deserto

04161759264386

Sempre que vemos alguma imagem da famosa Grande Esfinge, ela parece estar repousando sobre um infinito mar de areia enquanto guarda o complexo conhecido hoje como Necrópole de Gizé. É lá que estão as igualmente famosas pirâmides dos faraós Quéops, Quéfren e Miquerinos.

No entanto, se você observar na imagem acima, vai perceber que basta alguns poucos minutos de caminhada a partir dos subúrbios da cidade do Cairo para poder contemplar esses monumentos milenares. Dependendo de onde você ficar hospedado, é possível ter uma bela vista de todo o sítio arqueológico da região da janela de seu quarto.

FONTE(S) Daily Mail Online/Katie Amey

Adidas cria tênis a partir de plásticos encontrados em oceanos

algumas empresas levam a sério a ideia de reaproveitar materiais recicláveis que, por muitos de nós, são tidos como “lixo”. Nada disso: a Adidas, numa parceria com a Parley For The Oceans, trouxe um par de tênis com uma concepção um pouquinho diferente. Trata-se de um produto que utiliza plásticos encontrados em oceanos – e com um visual, quem diria, de muito bom gosto.

Absolutamente todos os materiais utilizados vêm de coisas recicláveis. Fibras, fios, filamentos e aquelas elegantes linhas azuis no meio dos tênis não são industrializados – apesar de a indústria, naturalmente, fazer parte da brincadeira quando o assunto é produção.

Todos os materiais para a fabricação do tênis foram retirados de uma expedição de 110 dias ao longo da costa a oeste da África. Infelizmente, o par de tênis não está à venda e fica só na concepção por enquanto. No entanto, a Adidas e a Parley For The Oceans vão lançar produtos para o consumidor final ainda este ano, e esses tênis “oceânicos” estão entre as apostas.

Via TecMundo.

FONTE(S) Adidas/Parley

Especialistas alegam ter decodificado a linguagem secreta dos gatos

Todo mundo que possui um ou mais gatos como bicho de estimação já tentou decodificar o que cada gesto desses animais graciosos significa. A maioria provavelmente falhou miseravelmente, mas ainda assim ama demais seus bichanos.

Pois “How to Speak Cat” (Como Falar a Língua dos Gatos, em tradução livre), um livro que saiu há pouco tempo nos Estados Unidos, aparentemente tem a solução para isso. Escrita por Aline Alexander Newman e pelo doutor Gary Weitzman, presidente e CEO da Sociedade Humana de San Diego, na Califórnia, a obra promete revelar todos os comportamentos típicos de um felino e os seus significados.

Por exemplo, existem aproximadamente 16 miados diferentes que um gato pode produzir e que geralmente só são ouvidos quando o animal está próximo de um ser humano. Ele sabe que consegue prender a atenção da pessoa quando mia e que pode ganhar alguma coisa com isso, seja comida, brinquedos ou carinho. Já miados entre gatos são muito mais raros, principalmente quando não há ninguém por perto, diz o texto.

18131415776185

Falando com o corpo todo

Gatos são criaturas extremamente independentes, mas nem por isso não gostam de estar em contato com pessoas. Quando um bichano se aproxima de alguém com o rabo completamente esticado para cima, isso seria o equivalente a um aperto de mãos, ou seja, uma saudação de reconhecimento da presença do humano. Piscar lentamente enquanto encara o dono é o mesmo que uma piscadinha entre amigos. Dar cabeçadas de leve em alguém é geralmente um sinal de afeição, e não demarcação de território.

Os bigodes de um felino também servem como meio de comunicação do seu estado de espírito. Duas vezes mais espesso que um fio de cabelo humano e com a raiz três vezes mais funda, os longos pelos faciais de um gato servem principalmente para orientação espacial e os ajudam na hora de caçar, mas o modo como se comportam no resto do tempo revela muito de seu humor.

18133120828205

A posição das orelhas, a dilatação das pupilas e até o modo como esses animais se locomovem ou se deitam também têm significados próprios e tudo isso está descrito em detalhes na obra, que por enquanto não tem previsão de chegar ao Brasil. Mas por sorte há certas coisas, como um arranhão repentino ou pelos das costas eriçados, que não precisam de tradução
quando estamos falando de gatos, não é verdade?

FONTE(S) Daily Mail Online
IMAGENS Pixabay

Assinar este feed RSS
Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

22°C

Laguna - Santa Catarina

Mostly Cloudy

Humidity: 74%

Wind: 28.97 km/h

  • 24 May 2017 22°C 20°C
  • 25 May 2017 21°C 20°C