Mulher é condenada após atacar movimentos grevistas nas redes sociais em Araranguá

367

Justiça considerou que postagens extrapolaram o limite da liberdade de expressão e mulher foi condenada pela 3ª Vara Cível da comarca de Araranguá no Sul de SC

Após utilizar as redes sociais para atacar movimentos grevistas, uma mulher foi condenada a pagar R$ 3 mil com juros a vítima dos ataques. A condenação por danos morais foi proferida pela 3ª Vara Cível da comarca de Araranguá, no Sul de Santa Catarina.

As ofensas teriam ocorridos através de comentários em postagens de redes sociais entre novembro de 2017 e agosto de 2019. A Justiça considerou que a mulher extrapolou os limites da liberdade de expressão.

De acordo com a sentença, ela se utilizou de páginas em redes sociais para difamar, caluniar e lança injúrias sobre a vítima. O motivo seria pelo fato de ela não concordar com movimentos grevistas. Ela pode recorrer da decisão ao Tribuna de Justiça de Santa Catarina.

NDMais

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/lagunainfoco

Comments

comments