Mulher com certificado de vacinação falso morre de covid-19 em hospital da França

661

Foi o marido da paciente quem admitiu que ela não estava imunizada

Uma mulher de 57 anos que tinha um certificado de vacinação contra a Covid-19 falso morreu da doença em um hospital a sudoeste de Paris. A informação foi dada por uma autoridade médica da clínica nesta sexta-feira (10).

A paciente, sem antecedentes médicos, deu entrada no hospital de Hauts-de-Seine com o documento falso comprado por um médico, assegurando ter se vacinado. Estava com a forma grave da doença, “que progrediu rapidamente para um ataque respiratório severo”, disse Djillali Annane, chefe da unidade de terapia intensiva do hospital.

Se os médicos soubessem que a paciente não estava vacinada contra o coronavírus, poderiam ter “administrado precocemente anticorpos neutralizantes, que se sabe que são eficazes para reduzir o risco de progressão da doença”, acrescentou.

Um certificado de vacinação falso “não protege contra o vírus e pode induzir a erro o médico que atendê-lo”, destacou. Foi o marido da paciente quem admitiu que ela não estava imunizada. Ele se vacinou, mas disse que “teve dificuldades” para convencê-la a fazê-lo, explicou o doutor Annane.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/lagunainfoco

Fonte: Correio do Povo

Comments

comments