Massarandubense é presa suspeita de matar esposo coronel da PM

825

Tânia Zappelline Ribeiro foi presa nas últimas horas de hoje (23).

A massarandubense Tânia Zappelline Ribeiro foi presa nas últimas horas por ser a principal suspeita de ter assassinado seu marido, o coronel da reserva e ex-comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar, Silvio Gomes Ribeiro, 54 anos.

O caso ocorreu na tarde de quarta-feira, 22, no bairro Estreito, em Florianópolis. Ela confessou o crime e alegou legítima defesa à Polícia Civil. Porém, antes de confessar deu outra versão, alegando que o militar teria tentado suicídio, versão que foi alterada posteriormente.

Em seu depoimento, teria dito que o coronel foi golpeado com um haltere de academia, e que depois, para tentar simular um suicídio, Tânia fez cortes no pulso e no pescoço dele.

O motivo do assassinato não foi divulgado. A Polícia Civil investiga o caso. Silvio era pai de cinco filhos e contabilizou mais de 30 anos na PM. Atualmente estava na reserva remunerada. Em nota, a corporação lamentou a morte.

Fonte: ocp.news

Comments

comments