Home Notícias Segurança Júri popular do caso Mariana Matei é marcado

Júri popular do caso Mariana Matei é marcado

4113
Foto: Divulgação

Depois de três anos de espera, está agendado para o dia 26 o julgamento do acusado de matar Mariana MateiLeonardo Matheus Rocha sentará no banco dos réus, em júri popular. A sessão está prevista para iniciar às 8h30, no Fórum de Tubarão.

Mariana foi morta a pedradas e deixada em um matagal no bairro Congonhas, em Tubarão. O crime aconteceu no dia 30 de janeiro de 2015. Mas todo dia 30 de cada mês jamais passa despercebido pela mãe da jovem, Maria Aparecida Matei. Para a tubaronense, o anúncio da data do julgamento é um misto de emoções. “É um alívio saber que ele será julgado por tirar a nossa filha”, fala Maria.

Contudo, para a mãe de Mariana, será também um momento muito difícil. “Sei que vamos reviver toda a dor que tivemos com a morte da nossa filha. Será um dos momentos que o verei (Leonardo) de frente. A justiça será feita. Nosso medo é que ele fosse solto antes de ser julgado. Mas, felizmente, isso não aconteceu, e agora ele será julgado”, desabafa a mãe.

O assassinato de Mariana causou comoção na região. A jovem foi encontrada morta por volta das 6h30, deitada de bruços em um matagal, no bairro Congonhas. Ela foi vítima de traumatismo craniano e teria levado uma pedrada na cabeça perto do local onde o corpo foi encontrado.

Leonardo, réu no “Caso Mariana”, foi preso no dia 5 de fevereiro, cinco dias após o crime, enquanto tentava fugir. Ele chegou a confessar a autoria do crime e aguarda o julgamento no Presídio Regional de Tubarão.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Comments

comments