quarta-feira, setembro 26, 2018
Home Notícias Esporte Janela de espera das ondas gigantes no Cardoso começa dia 18 de...

Janela de espera das ondas gigantes no Cardoso começa dia 18 de maio

3964
Com a abertura da janela e com ajuda da tecnologia, os competidores serão informados com dias de antecedência o período do campeonato. (imagem: surfguru)

A expectativa é grande por ondas acima de 12 pés, equivalente a 3,5 metros, para a praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, em 2018. A janela de espera dos surfistas e organizadores do Desafio de Ondas Grandes começa dia 18 de maio e encerra 31 de outubro. 

No ano passado, o campeonato não ocorreu devido à ausência de grandes ondulações. 

Nesta semana, organizadores e equipe do Governo Municipal estiveram reunidos para tratar da continuidade da parceria e estratégia de estrutura e ações. Integraram a reunião o secretário de Turismo, Evandro Flora Carneiro; de Obras, Jonatan Nascimento; do Planejamento, Silvania Cappua; da Fazenda, Luciana Pereira; presidente da Fundação Irmã Vera, Valmor Packer e organizadores.  

O Governo do Estado repassou R$ 200 mil reais através de convênio com a Associação de Surf Tow-in In Farol de Santa Marta e de Jaguaruna. Tem parceria com Fecasurf, patrocínio da Mormaii, Fesporte e prefeitura de Laguna. Com premiação de R$ 50 mil em dinheiro aos competidores. Tudo continua o mesmo para este ano. 

O presidente da Associação de Surf Toiw-In do Farol, Reinaldo Langer, descreveu o evento como “algo histórico e inédito”. A intenção é integrar a Praia do Cardoso no campeonato mundial de ondas grandes. 

Com a abertura da janela e com ajuda da tecnologia, os competidores serão informados com dias de antecedência o período do campeonato. 

Trabalho de recuperação das dunas da praia do Cardoso deverá ser concluído no próximo mês

As dunas inibem o avanço do mar. Na região da praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, tem o agravante das casuarinas, árvores não nativas que prejudicam a ação do vento na areia. O resultado é a linha da costa sendo tragada pelo oceano, a praia vem diminuindo. Numa ação para coibir o fenômemo, a Associação de Surf e Tow-in do Farol de Santa Marta e prefeitura deverão delimitar o espaço das dunas para sua recuperação.  O trabalho iniciou no ano passado.

Na reunião desta semana, ficou acertado com o secretário de Obras, Jonatan Nascimento, a continuidade dos trabalhos. Com participação da Fundação Lagunense do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Fundação Irmã Vera e Secretaria de Planejamento. A reposição de areia nas bancadas das praias, favorece a formação de boas ondas para a prática do surfe .

A fonte para o material necessário, troncos de madeira, será das casuarinas, num trecho delimitado, com autorização do Instituto Chico Mendes. O cercamento de madeira irá inibir a passagem de veículos e pedestres.  

Nos próximos dias, em reunião entre poder público, organizadores e moradores do Farol de Santa Marta irão debater também sobre estacionamento na região do Cardoso. 

 Texto: jornalista Taís Sutero/Decom

Comments

comments