Home Notícias Esporte Janela de espera das ondas gigantes no Cardoso começa dia 18 de...

Janela de espera das ondas gigantes no Cardoso começa dia 18 de maio

4796
Com a abertura da janela e com ajuda da tecnologia, os competidores serão informados com dias de antecedência o período do campeonato. (imagem: surfguru)

A expectativa é grande por ondas acima de 12 pés, equivalente a 3,5 metros, para a praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, em 2018. A janela de espera dos surfistas e organizadores do Desafio de Ondas Grandes começa dia 18 de maio e encerra 31 de outubro. 

No ano passado, o campeonato não ocorreu devido à ausência de grandes ondulações. 

Nesta semana, organizadores e equipe do Governo Municipal estiveram reunidos para tratar da continuidade da parceria e estratégia de estrutura e ações. Integraram a reunião o secretário de Turismo, Evandro Flora Carneiro; de Obras, Jonatan Nascimento; do Planejamento, Silvania Cappua; da Fazenda, Luciana Pereira; presidente da Fundação Irmã Vera, Valmor Packer e organizadores.  

O Governo do Estado repassou R$ 200 mil reais através de convênio com a Associação de Surf Tow-in In Farol de Santa Marta e de Jaguaruna. Tem parceria com Fecasurf, patrocínio da Mormaii, Fesporte e prefeitura de Laguna. Com premiação de R$ 50 mil em dinheiro aos competidores. Tudo continua o mesmo para este ano. 

O presidente da Associação de Surf Toiw-In do Farol, Reinaldo Langer, descreveu o evento como “algo histórico e inédito”. A intenção é integrar a Praia do Cardoso no campeonato mundial de ondas grandes. 

Com a abertura da janela e com ajuda da tecnologia, os competidores serão informados com dias de antecedência o período do campeonato. 

Trabalho de recuperação das dunas da praia do Cardoso deverá ser concluído no próximo mês

As dunas inibem o avanço do mar. Na região da praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, tem o agravante das casuarinas, árvores não nativas que prejudicam a ação do vento na areia. O resultado é a linha da costa sendo tragada pelo oceano, a praia vem diminuindo. Numa ação para coibir o fenômemo, a Associação de Surf e Tow-in do Farol de Santa Marta e prefeitura deverão delimitar o espaço das dunas para sua recuperação.  O trabalho iniciou no ano passado.

Na reunião desta semana, ficou acertado com o secretário de Obras, Jonatan Nascimento, a continuidade dos trabalhos. Com participação da Fundação Lagunense do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, Fundação Irmã Vera e Secretaria de Planejamento. A reposição de areia nas bancadas das praias, favorece a formação de boas ondas para a prática do surfe .

A fonte para o material necessário, troncos de madeira, será das casuarinas, num trecho delimitado, com autorização do Instituto Chico Mendes. O cercamento de madeira irá inibir a passagem de veículos e pedestres.  

Nos próximos dias, em reunião entre poder público, organizadores e moradores do Farol de Santa Marta irão debater também sobre estacionamento na região do Cardoso. 

 Texto: jornalista Taís Sutero/Decom

Comments

comments