Segurança

Segurança (237)

Cão é baleado e polícia busca autor dos disparos

A Polícia Militar de Braço do Norte procura pelo responsável por efetuar disparo de arma de fogo contra um cão. Na tarde de ontem, a guarnição do PPT foi acionada para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo no bairro Trevo, em Braço do Norte. Chegando ao local, os policiais se depararam com um cão baleado.

A guarnição conduziu o cachorro a uma assistência veterinária, que prestou os primeiros socorros e realizou cirurgia para a retirada do projétil do animal. A Polícia Militar está mobilizada com o caso e busca encontrar o responsável pelo disparo. Quem tiver informações pode ligar e fazer denúncia anônima através do telefone 190.

DS

Empresária vendia droga em caixas de chicletes

Uma empresária do ramo de bebidas foi presa por tráfico de drogas em Tubarão. A prisão aconteceu na noite de quinta-feira. De acordo com a polícia, a equipe de investigação estava em meio a diligências noturnas quando percebeu uma movimentação estranha próximo ao estabelecimento, que fica aberto 24 horas.

Diante da suspeita, os policiais da Divisão de Combate a Furtos e Roubos e da Central de Polícia de Tubarão fizeram a abordagem. No interior do estabelecimento comercial foram encontrados diversos tipos de droga, como maconha, cocaína e ecstasy. A proprietária, segundo a polícia, confessou que fazia o tráfico.

Ainda segundo a empresária, a venda seria para aumentar seu faturamento. Na casa da investigada, mais droga e uma balança de precisão. Os policiais constataram que ela vendia a droga dentro de caixinhas de chiclete, para não chamar a atenção de pessoas que estivessem próximas ao estabelecimento. Após os procedimentos na delegacia a mulher foi encaminhada ao Presídio Feminino de Tubarão.

DS

Mais de duas toneladas de sardinhas apreendidas em operação são doadas a dez instituições

Em uma operação conjunta realizada pelo Ibama e pela Polícia Militar Ambiental foram apreendidas, nessa quarta-feira (22), aproximadamente 2,4 toneladas de sardinhas, que serão doadas a instituições de caridade atendidas por entidades e instituições sociais, beneficentes e filantrópicas da região de Laguna.

Receberam as doações dez instituições. A Fundação Irmã Vera ficou responsável por repassar os peixes para entidades assistenciais cadastradas na instituição. Receberam as doações Asilo Santa Isabel, Secretaria de Obras, Projeto Ágape Vida, Casa de Recuperação Nascer de Novo, Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, Centro Educacional São Judas Tadeu, Associação Mão Amiga Terapia e Recuperação e Centro Terapêutico Ebenezer, de Imbituba.

A presidente da Fundação Irmã Vera, Fabiana Rodrigues de Oliveira, acompanhou a distribuição, juntamente com sua equipe, e assinou um termo de doação dos pescados apreendidos.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Roubo a fuzil do Exército era armação de recrutas, confirma investigação

Arma foi encontrada na tarde desta sexta-feira (24), na região da grande Próspera.

“Eles queriam os 10 mil dólares que o fuzil vale”. Assim, o delegado André Milanesedefiniu o roubo ao 28º GAC em Criciúma, esclarecido hoje. O assalto, ocorrido depois das 22 horas de ontem no quartel da Rodovia Luiz Rosso, não passou de uma simulação, combinada entre a suposta vítima e um outro recruta, que se encontrava de folga.

A investigação foi toda conduzida pelo Exército, como é praxe em crimes envolvendo militares. “As polícias Civil e Militar apenas prestaram apoio nas diligências”, esclareceu o delegado. Conforme Milanese, os dois envolvidos continuam presos no quartel, e serão submetidos a um processo interno. Eles estão sujeitos a expulsão da corporação e prisão de um ano a mais do que estabelece o Código Civil, ou seja, 3 a 15 anos.
“Vítima” cortou o dedo de propósito

“O primeiro, a suposta vítima, confessou que havia armado o assalto com o comparsa de folga, e contou também que cortou o dedo propositalmente, para depois encaminhar o processo de aposentadoria”, relatou o delegado ao site Engeplus. O fuzil foi localizado na residência do avô do recruta que fazia as vezes de assaltante, no bairro Brasília, na tarde desta sexta-feira. Ele tirou proveito da folga e do conhecimento do terreno para invadir o 28º GAC pelos fundos e, chegando à guarita, simulou o ataque.

A intenção de vender o fuzil também foi confessada por ambos nos depoimentos aos interrogadores do Exército. “Eles não teriam dificuldades de vender a arma entre criminosos, e eles queriam dividir o dinheiro, e não praticar outros crimes com ela”, contou Milanese.

Nas horas posteriores ao assalto, as polícias receberam uma série de denúncias da população. “Chegamos a encontrar uma outra arma, uma pistola, e também o foragido de um outro crime. Revistamos os locais suspeitos e promovemos algumas blitzes”, relatou o delegado. O inquérito a partir de agora passa a ser presidido pelo comando do 28º GAC.

Laudo aponta que jovem encontrado no Rio Tubarão morreu por afogamento

O laudo preliminar do Instituto Médico-Legal - IML apontou que o jovem encontrado no Rio Tubarão na noite desta quarta-feira morreu por afogamento. A confirmação da causa da morte depende de exames complementares.

A vítima foi identificada ontem à tarde como Halisson Neves Sotero, de 28 anos, morador de Tubarão. O corpo foi reconhecido por familiares do rapaz. Após o reconhecimento, os familiares registraram um Boletim de Ocorrência - BO na Central de Polícia da cidade.

Segundo a Polícia Civil, é possível que se trate de um afogamento acidental, já que o corpo não tinha marcas de violência. No entanto, a hipótese de homicídio não está descartada e um inquérito será instaurado para apurar o caso.

A família de Halisson, que mora no bairro Fábio Silva, informou que o jovem era morador da comunidade da Área Verde e que estava desaparecido desde domingo. De acordo com o IML, o corpo foi encontrado por populares às margens do Rio Tubarão, nas proximidades da ponte pênsil. A Polícia Militar - PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados por volta das 20h.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Ao enfrentar policiais, homem é morto em Capivari de Baixo

Ocorrência foi registrada por volta das 23h20min dessa segunda-feira (16).

Após receber a informação de que dois homens suspeitos armados e com um Fiat Uno estavam comercializado drogas na Rua Santa Lúcia, em Capivari de Baixo, a Polícia Militar seguiu o veículo por volta das 23h20min desta segunda-feira (16). Ao perceber a aproximação dos policiais, a dupla tentou fugir, sendo abordada em uma rua sem saída.

O policiais identificaram o condutor como G. H. P. R., 18 anos, e os passageiros, A. B. I. V., 22 anos, e dois adolescentes, de 16 anos e 14 anos. Após revista pessoal e verificação criminal, nada contra eles foi constatado. Porém, o condutor não é habilitado.

Em seguida, feito uma varredura no local em busca de armas ou drogas dispensadas pelos ocupantes do veículo durante a fuga, dois homens e uma mulher saíram correndo da esquina. Segundo a PM, foi possível perceber que um deles portava uma faca em mãos.

A guarnição solicitou para soltar a faca, porém, o masculino continuava correndo contra os policiais. Diante dos fatos, foi efetuado um disparo de arma calibre 12 contra o homem identificado como R. S. C., de 21 anos, que caiu. Os outros correram no sentido contrário.

Em seguida, foi solicitado o Corpo de Bombeiro para atender o ferido. O bombeiro passou com a viatura no local e seguiu em frente para atender outro homem próximo, identificado como N. S. A., de 18 anos, que também foi atingido pela munição expansiva da arma.

Ainda segundo informações da PM, por falta de atendimento pelo Corpo de Bombeiros, a guarnição levou a vítima para o Hospital Nossa Senhora da Conceição - HNSC, em Tubarão. Na unidade hospitalar, durante os procedimentos médicos, foi informado que R. S. C. não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Com informações do Portal DN Sul

Polícia prende trio que transportava drogas de Criciúma para Rio Grande do Sul

Agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico - Denarc prenderam três homens e apreenderam três adolescentes que transportavam drogas em um ônibus que se deslocava de Santa Catarina para o Rio Grande do Sul.

O caso foi registrado na madrugada desta segunda-feira (16), em Gravataí, na Grande Porto Alegre. Os homens foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico e os adolescentes foram encaminhados ao Departamento Estadual da Criança e do Adolescente - Deca.

De acordo com a Polícia Civil, com o grupo, foram encontrados 98 comprimidos de ecstasy, 75 pontos de LSD, 17 cigarros de maconha e meio quilo de maconha em tijolos, prontos para a venda, além de dinheiro e celulares. Conforme a investigação, a droga teve origem de Criciúma e tinha como destino uma festa de música eletrônica em um município da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Com informações da Rádio Gaúcha

Polícia Civil afasta delegado da DIC de Araranguá e agente por 60 dias

Em dezembro, Justiça já havia determinado o afastamento por 90 dias. Delegado Jorge Giraldi é suspeito de matar ex-companheira em 2012.

A Polícia Civil afastou na segunda-feira (9) pelo prazo de 60 dias o delegado de Polícia Jorge Giraldi, coordenador da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Araranguá, e o agente de polícia Jaques de Oliveira. A Justiça acusa o delegado de matar a ex-companheira em 2012 e o policial de co-autoria.

O delegado não atendeu às ligações do G1. O advogado dele, Gian Carlos Goetten Setter, informou que irá se reunir com o cliente na próxima sexta-feira (11). "Apesar de discordarmos do afastamento, ele já havia solicitado os três meses de licença-prêmio que lhe cabiam em dezembro", disse o advogado.

A decisão, assinada pelo delegado geral da Polícia Civil, Artur Nitz, foi publicada nesta quarta (11) no Diário Oficial do Estado. Em dezembro, a Justiça já havia determinado o afastamento dos dois da comarca por 90 dias. A medida foi tomada após denúncia da 4ª Promotoria da Comarca de Araranguá protocolada em 13 de dezembro.

Conforme a delegada corregedora da Polícia Civil, Sandra Mara Pereira, a decisão administrativa da Polícia Civil reforça a já tomada pela Justiça. "O afastamento é válido por 60 dias com possibilidade de prorrogação por mais 60 dias. O intuito é que ele fique afastado até o final das investigações", disse Sandra.

Na publicação, a justificativa da Polícia Civil para o afastamento é "a fim de que o servidor não venha a influenciar na apuração da irregularidade a ele imputada", que no caso, é de homicídio qualificado. Também é determinado que eles recebam dois terços do valor total dos vencimentos durante o período de afastamento.

Segundo a corregedora, o delegado já não atua mais na região, apesar de residir no município. A Justiça solicitou que os dois não se aproximem das testemunhas.

Crime

Conforme o MP, o crime ocorreu em 2012, quando a mulher foi encontrada morta dentro de um carro em Balneário Arroio do Silva. A filha dela com o delegado, de um ano e um mês, estava viva no banco de trás. A criança passou 10 horas sozinha no carro após o crime.

"Houve um inquérito, ainda em 2012, que culminou com a denúncia agora da 4ª promotoria de Araranguá. A vítima foi atingida com quatro tiros, três dele na cabeça e um no ombro. O delegado foi denunciado como autor e um polícia como co-autor", disse o 4º promotor de Justiça, Marcio Gai Veiga.

Com informações do G1 SC

Anúncios de notas falsas circulam em redes sociais

Criminosos vêm utilizando grupos de redes sociais da região de Criciúma para comercializarem notas falsas. Nos anúncios, eles repassam o contato para a negociação, onde o DDD é de outra região do Estado. A maioria dos casos já é de conhecimento da Polícia Federal de Criciúma que alerta sobre o crime a quem adquirir e distribuir no comércio e de fatos em que se trata de golpes.

Normalmente, os anúncios são postados na página do Facebook e eles oferecem cédulas de R$ 20, R$ 50 e R$ 100. “Todos os casos que chegaram ao nosso conhecimento os criminosos são de outras regiões e até de outros Estados. Então, encaminhamos para as superintendências destas cidades para posterior investigação”, diz o chefe da Delegacia da Polícia Federal de Criciúma, o delegado Nelson Napp.

Segundo ele, os criminosos usam perfis falsos nas redes sociais para anunciar e também aplicar golpes. “Geralmente não há notas falsas para vender. Trata-se de um golpe, onde o estelionatário passa a conta bancária para o depósito e quem comprou não recebe as cédulas. Neste caso, o crime é bem feito, pois a vítima não pode denunciar, visto que estava também cometendo um crime previsto artigo 289 do Código Penal”, explica o delegado.

Com informações do Portal DN Sul

Empresário é condenado a mais de dez anos por estupro contra adolescente

Réu é acusado de, pelo menos, mais dois crimes sexuais na região.

O empresário de 38 anos, acusado de, pelo menos, três crimes sexuais na região, foi condenado a dez anos e oito meses de prisão por um destes delitos. A condenação foi definida pelo juiz da 2º Vara Criminal da Comarca de Içara, Fernando Dal Bó Martins, e o crime pelo qual foi condenado foi cometido em 2015 no bairro Boa Vista, em Içara, contra uma adolescente que, na época, tinha 15 anos.

O réu pode recorrer da decisão e permanece no Presídio Santa Augusta, de Criciúma, onde está recluso desde agosto de 2016. O empresário é acusado de outros dois estupros, um deles de grande repercussão cometido contra uma menina de 11 anos. Na ocasião, o empresário abordou a vítima quando voltava da catequese no bairro Jardim Elizabeth, em Cocal do Sul.

Ele utilizou de força física para colocá-la em seu veículo e a levou para a sua casa de veraneio, no Balneário Rincão, onde o estupro ocorreu. Ele ficou com a vítima por três horas e a deixou perto de sua residência por volta das 18 horas, no dia 11 de agosto passado. Um dia depois do crime, a Polícia Civil o prendeu em sua residência, em Criciúma. Ele foi reconhecido pela vítima e sua identificação também foi confirmada através de câmeras de videomonitoramento. Neste caso, a sua pena pode ser agravada pelo fato da vítima ter menos que 14 anos.

O outro caso ocorreu uma semana antes do crime cometido contra a menina de Cocal do Sul. O empresário abordou uma adolescente, de 15 anos, em Balneário Rincão, e também a levou para a sua casa de veraneio, onde o crime foi realizado. O acusado ameaçava as vítimas com um revólver caso contassem para alguém sobre o ocorrido.

Durante a busca realizada na residência no dia de sua prisão, foram apreendidos três celulares, um notebook, uma pistola, 40 munições, uma pistola de Airsoft, o veículo GM Malibu utilizado nos crimes e um rolo de fita Silver Tape.

Com informações do Portal Engeplus

Assinar este feed RSS
Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

22°C

Laguna - Santa Catarina

Mostly Cloudy

Humidity: 74%

Wind: 28.97 km/h

  • 24 May 2017 22°C 20°C
  • 25 May 2017 21°C 20°C