Geral

Operação: denúncia deve ser apresentada em Capivari

Nas próximas semanas deve ser oferecida a denúncia contra os vereadores investigados na operação Casa da Mãe Joana, deflagrada no ano passado em Capivari de Baixo. Conforme o Ministério Público, nas últimas semanas foram realizadas novas diligências para averiguar dados complementares para o processo.

A perícia do material recolhido durante a operação já foi realizada, aponta o MPSC, e o órgão está finalizando a denúncia criminal e as ações civis públicas, entre elas por improbidade administrativa.

Em janeiro, foi deferida pela Justiça a indisponibilidade de bens de seis vereadores investigados na operação – Jean Corrêa Rodrigues (PSDB), Ismael Martins (PP), Edison Cardoso Duarte (PMDB), Fernando Oliveira da Silva (PSB), Jonas Machado dos Santos (PMDB) e Arleis Flávio Nunes Ribeiro (PSDB).

A indisponibilidade foi solicitada pelo Ministério Público, através da promotoria de Capivari de Baixo, justamente porque a intenção do órgão é solicitar o ressarcimento do erário público.

A operação Casa da Mãe Joana, deflagrada em Capivari de Baixo pelo Ministério Público com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Santa Catarina, teve sete mandados cumpridos, e foram presos temporariamente, além de Jean, Ismael Martins, Edison Cardoso Duarte, Fernando Oliveira da Silva, Jonas Machado dos Santos, Arleis Flávio Nunes Ribeiro e Manoel da Silva Guimarães (PT), o Farinheira, que não chegou a ser levado para o presídio por colaborar com a investigação.

Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Santa Catarina, os vereadores são suspeitos de exigir parte dos salários de assessores que sequer cumpriam expediente na Câmara. Assim, foi constatada também a existência de funcionários fantasmas no Legislativo. Outro ponto da investigação é referente a diárias de viagens que não teriam sido realizadas.

DS

Tubaronense morre durante jogo

Jogador de futebol amador, o tubaronense Cléber Alano, 36 anos, conhecido pelo apelido de Índio, faleceu na tarde de sábado, durante uma partida. Índio jogava na localidade de Santa Terezinha, em Armazém.

Por volta das 16h30 ele passou mal e caiu no gramado. O tubaronense chegou a receber atendimento, o Corpo de Bombeiros tentou reanimá-lo, porém ele não resistiu.

A causa da morte, de acordo com informações preliminares, foi um infarto.
Atuava pelo União de Tubarão, onde era presidente. No ano passado foi vice-campeão do Municipal da LTF. A fatalidade de sábado aconteceu aos 36 minutos do primeiro tempo.

Índio trabalhava em uma transportadora e exercia a função de encarregado de expedição. Amigos usaram as redes sociais para lamentar a perda precoce. “Difícil acreditar que você se foi. Uma pessoa do bem, um amigo para todas as horas. Que Deus conforte sua família e todos os amigos. Descanse em paz”, disse um amigo.

Gerência Regional de Saúde intensifica ações de prevenção a AIDS neste carnaval

Profissionais de saúde de todo o Estado estão mobilizados para alertar os foliões sobre a importância do uso do preservativo neste carnaval. No total, três milhões de preservativos serão distribuídos em Santa Catarina durante as festividades. Na Gerência Regional de Saúde de Criciúma, 167 mil camisinhas, entre masculinas e femininas serão distribuídas aos 12 municípios de abrangência.

De acordo com o gerente Regional de Saúde, Fernando de Fáveri, além dos preservativos, o Estado está distribuindo, ainda, 16 mil unidades de gel lubrificante, 3,7 mil testes rápidos de HIV, 1,5 mil para hepatite B, 2,7 mil para hepatite C e 625 para sífilis. “Com a chegada do Carnaval aumentam os riscos de contaminação por doenças sexualmente transmitidas as chamadas DSTs e precisamos intensificar nosso trabalho distribuindo todos estes materiais aos municípios”, comenta.

O uso da camisinha protege de 12 Infecções Sexualmente Transmissíveis – ISTs, dentre elas o HIV, a sífilis e as hepatites virais. Para aqueles que tiveram contato com o vírus recentemente por meio de uma relação sexual desprotegida, existe a Profilaxia Pós-Exposição – PEP, um tratamento com medicação que deve ser iniciado em até 72 horas após a provável exposição ao vírus.

Os jovens continuam requerendo a maior atenção da área da saúde, pois a faixa etária de 15 a 29 anos vem registrando um aumento no número de casos novos de AIDS em Santa Catarina. A taxa de detecção de casos novos de AIDS entre jovens de 15 a 19 anos saltou de 2,34 em 2007, para 20,4 casos por 100 mil habitantes em 2015. Na população de 20 a 24 anos saltou de 4,7 em 2007, para 17,5 casos por 100 mil habitantes em 2015.

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde – MS revela que o uso de camisinha entre pessoas de 15 a 24 anos caiu de 58,4% em 2004, para 56,6%, em 2013, entre parceiros eventuais. Entre parceiros fixos, o uso é ainda menor: 38,8% em 2004, e 34,2% em 2013.

A Secretaria de Estado da Saúde oferece uma ferramenta de busca pelo site www.aids.sc.gov.br para informar os locais que oferecem a PEP e Teste Rápido para HIV, sífilis, hepatite B e hepatite C em Santa Catarina.

Colaboração: Paula Darós Darolt / Comunicação 20ª Agência de Desenvolvimento Regional

  • 0
  • Publicado em Geral

Domingo tem eclipse do sol visível no Sul de Santa Catarina

Pouco antes das 10 horas, já será possível observar a parcial cobertura do sol pela lua.

O domingo de Carnaval terá lugar para um fenômeno astronômico raro. A partir das 9h47min da manhã, o sul catarinense terá 53% de visibilidade de um eclipse anular do sol, com a cobertura parcial do astro pela lua.
“Quanto mais ao sul, mais visível é. Ele será praticamente total no sul da Argentina e do Chile, e na fronteira do Brasil com o Uruguai terá 60% de visibilidade”, aponta o professor Luiz Carlos da Silveira.

Por ser um eclipse do sol, cuja visualização será de cerca de uma hora, é recomendável o uso de algum dispositivo especial. “Ou um vidro de solda número 14 ou uma chapa de raio-x. Senão, a pessoa pode até sofrer danos irreversíveis na retina”, explica o especialista.

Há um segundo eclipse do gênero previsto para ser visível no Brasil, em agosto, mas este será no hemisfério norte, com visual para os estados do norte e nordeste.

Com informações do Portal Engeplus

  • 0
  • Publicado em Geral

Defesa Civil de SC deve iniciar em fevereiro testes de alertas por SMS

Inicialmente, o serviço vai funcionar em 20 municípios; ideia é nacionalizar. Objetivo é informar a população sobre situações eminentes de desastres

Devem começar em fevereiro os primeiros testes com o serviço de envio de mensagens de SMS pela Defesa Civil de Santa Catarina para alertar moradores sobre riscos de desastres. Inicialmente, o serviço vai funcionar em 20 municípios. O número já foi definido - será o 40199.

O objetivo é informar a população. As mensagens, que alertarão sobre riscos iminentes de desastres e situações de emergência ou calamidade pública, serão divulgadas pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres.

De acordo com o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, moradores residentes nessas cidades (veja a lista abaxo) vão começar a receber uma mensagem do número 40199 sobre o serviço, que é gratuito. "O cidadão responde com o CEP que deseja ser monitorado", afirmou o secretário. É possível cadastrar mais de um CEP.

Ao fim do cadastro, o usuário receberá uma mensagem que vai informar que o celular está apto a receber alertas e recomendações de Defesa Civil. Também será possível cancelar o serviço por mensagem de celular. Não há custo para receber nem enviar as mensagens.

A ideia é que os testes durem quatro meses. Após esse período, o serviço deverá ser nacionalizado.

Veja a lista de cidades catarinenses que farão parte do projeto-piloto.

Araranguá, Pedras Grandes, São João Batista, Ilhota, Balneário Rincão, Mirim Doce, Barra Velha, Caçador, Herval d'Oeste, Itapiranga, Ponte Serrada, Maravilha, São Carlos, Arvoredo, Ponte Alta do Norte, Rio dos Cedros, Araquari, Urubici, Rio do Sul e Três Barras.

Com informações do site G1/SC

Cabra é sacrificada em oferenda e choca moradores, em Nova Veneza

Moradores do bairro Rio Guarapari, em Nova Veneza, ficaram chocados com uma oferenda deixada na margem do rio que leva o mesmo nome da comunidade. O trabalho acabou chamando a atenção pelo volume de material deixado, além do sacrifício de uma cabra.

“Achamos um exagero, pois é um local onde eu mesmo e outras pessoas usam para tomar banho no rio”, afirmou um morador que não quis se identificar. Entre os problemas no abandono dos materiais utilizados na oferenda, está na poluição ambiental e o risco à saúde pública, uma vez que o local é amplamente utilizado por banhistas.

Conforme informações do Portal Veneza, um corpo em decomposição produz necrochorume, líquido rico em bactérias, salmonela e duas substâncias tóxicas: putrescina e cadaverina, para os quais não existe antídoto. Essas substâncias contaminam o solo e o lençol freático, podendo causar diversas doenças como: tétano e hepatite.

Jovem dá à luz na cozinha de casa, em Criciúma

O Corpo de Bombeiros de Criciúma foi acionado, às 5h44min desta terça-feira (10), no bairro Jardim União, para atender uma ocorrência de trabalho de parto. Chegando ao local, a guarnição encontrou a jovem, de 22 anos, sentada no chão da cozinha.

Ela havia dado à luz ao bebe, que já apresentava choro e havia começado a mamar. A mãe encontrava-se consciente, orientada e com os sinais vitais normais. Após atendimento pré-hospitalar, ela foi conduzida pelos socorristas ao Hospital São José.

Avião com equipe da Chapecoense cai na Colômbia e deixa mortos

Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e 5 sobreviventes.
Avião decolou de Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) com 81 pessoas a bordo.

O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Segundo o Aeroporto Internacional José Maria Cordova, de Medellín, os cinco sobreviventes são os jogadores Alan Ruschel, Danilo e Follmann, o jornalista Rafael Henzel e a comissária Ximena Suarez. O Bom Dia Brasil informou que o zagueiro Neto também pode ter sido encontrado com vida.

O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports, está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.

VEJA A LISTA DE PASSAGEIROS E TRIPULANTES DO AVIÃO

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

O acidente


O voo que tranportava a equipe da Chapecoense partiu na noite de segunda-feira de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín. Segundo a imprensa local, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília), entre as cidades de La Ceja e Abejorral, e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

O Comitê de Operação de Emergência (COE) e a gerência do aeroporto informaram que a aeronave se declarou em emergência por falha técnica às 22h (local) entre as cidades de Ceja e La Unión.

Os motivos do acidente ainda são desconhecidos. A imprensa colombiana chegou a cogitar possível falta de combustível como causa do acidente, mas também informou que o piloto despejou combustível após perceber que o avião iria cair.

local do acidente tUdei1s

Uma operação de emergência foi ativada para atender ao acidente. A Força Aérea Colombiana dispôs helicópteros para ajudar em trabalhos de resgate, mas missões de voos foram abortadas nesta madrugada por causa das condições climáticas. Choveu muito na região na noite de segunda, o que reduziu muito a visibilidade.

Equipes chegaram ao local do acidente por terra, mas o acesso à região montanhosa é difícil e a remoção é lenta.

 

Final de campeonato

 

O time da Chapecoense embarcou para a Colômbia na noite de segunda (28), para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na quarta (30). Inicialmente, o voo iria diretamente de Guarulhos (SP) para Medellín, mas o voo foi vetado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em razão do veto, a equipe tomou um voo comercial até a Bolívia e, de lá, o grupo pegou o voo da LaMia (veja imagens do embarque da Chapecoense em Guarulhos).

Em comunicado, o clube de Santa Catarina informou que espera pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana sobre o acidente.

Em seu perfil no Twitter, o Atlético Nacional lamentou o acidente e prestou solidariedade à Chapecoense: "Nacional lamenta profundamente e se solidariza com @chapecoensereal pelo acidente ocorrido e espera informação das autoridades".

O primeiro jogo da decisão, marcado para esta quarta-feira (30), foi cancelado, segundo a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). A CBF adiou a final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, que também estava prevista para quarta-feira.

O Itamaraty, pelo telefone, informou que a embaixada do Brasil em Bogotá está em contato com as autoridades colombianas para obter informações sobre o acidente. A assessoria informou que as notícias ainda chegam desencontradas.

O Ministério das Relações Exteriores vai esperar um posicionamento oficial sobre vítimas e circunstâncias do acidente para se pronunciar. Está previsto que divulguem uma nota oficial ainda agora de manhã. O embaixador em Bogotá se chama Julio Bitelli.

A companhia

A LaMia (Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación) é uma companhia de aviação que foi inicialmente constituída na Venezuela no ano de 2009 e depois mudou sua sede para a Bolívia (Santa Cruz de la Sierra). A empresa vem sendo desenvolvida para voos não regulares (charter), com o objetivo de permitir o desenvolvimento de atividades no país e no exterior, com aeronaves de grande porte - de passageiros e de carga.

Fonte: G1

 

  • 0
  • Publicado em Geral

Maconha será liberada para fins medicinais

Erva poderá ser usada como planta medicinal para diminuir a dor crônica, combater crises de epilepsia, ajudar a tratar Síndrome de Hett, Alzheimer e depressão.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa incluiu, ontem, os derivados da Cannabis sativa, a maconha, na lista de substâncias psicotrópicas vendidas no Brasil com receita do tipo A, específica para entorpecentes. A norma permite que empresas registrem no país produtos com canabidiol e tetrahidrocannabinol como princípio ativo, passo necessário para venda de remédios.

A medida faz parte da atualização da Portaria nº 344/98, que também estabelece que laboratórios registrem os derivados em concentração de, no máximo, 30 mg de tetrahidrocannabinol (THC) por mililitro e 30 mg de canabidiol por mililitro. Os produtos que tiverem concentração maior do que a estabelecida continuam proibidos no país.

Segundo nota da agência reguladora, a medida foi motivada pela fase final do processo de registro do medicamento Mevatyl®. O produto que, em alguns países da Europa tem o nome comercial de Sativex, pode vir a ser o primeiro obtido da Canabis sativa registrado no Brasil. O medicamento será indicado para o tratamento de sintomas de pacientes adultos com esclerose múltipla.

Estudos recentes indicam que a maconha beneficia pacientes de câncer, epilepsia, Aids, glaucoma e esclerose múltipla. Mas os médicos do mundo inteiro se veem em um dilema crucial. Como receitar um remédio que é proibido?

A descoberta de que os canabinoides ligavam aos receptores CB existentes na membrana celular dos neurônios ocorreu em 1988. Dois anos mais tarde, esses receptores foram clonados e mapeados suas localizações no cérebro. Em 1992, foi identificada a anandamida, substância existente no sistema nervoso central, relacionada com os receptores, mas distinta deles.

Com informações do Jornal Notisul

  • 0
  • Publicado em Geral

Maria Fumaça será restaurada a partir de segunda

A locomotiva que fica às margens da avenida Marcolino Martins Cabral, em Tubarão, será restaurada a partir da próxima semana.

Após a liberação enviada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Dnit, a Ferrovia Tereza Cristina poderá dar início ao processo de restauração e preservação. Estima-se que R$ 300 mil sejam investidos para a elaboração desta melhoria, entre reforma da máquina e cobertura.

“É importante que seja feita essa recuperação, porque a locomotiva é nosso cartão-postal, ela é a alma de Tubarão”, ressalta o presidente do museu ferroviário, José Warmuth.

Hoje será instalado o tapume ao redor da estrutura para que, na segunda-feira, a equipe designada pela FTC possa dar início à limpeza da locomotiva. Nessa primeira etapa, serão retiradas as partes metálicas e as tubulações que estão comprometidas para, em seguida, iniciar a substituição dessas.

Uma nova pintura também será atribuída à estrutura. “Nossa intenção é que, até o Natal, ela já esteja pronta e iluminada para fazer parte da decoração natalina de nossa cidade”, afirma o gerente de patrimônio da FTC, Gilberto Machado.

Em reunião ontem, a prefeitura de Tubarão, Ferrovia Tereza Cristina, o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unisul e Museu Ferroviário, envolvidos no projeto, discutiram sobre novos ajustes.

Além da restauração, a FTC também será responsável pela construção da cobertura da locomotiva, que protegerá a estrutura contra as ações do tempo.

Estima-se que essa construção seja iniciada no 1º trimestre de 2017. “Sem a cobertura, nós fazemos a restauração da locomotiva e o processo de deterioração começa em dois ou três anos. Com ela, esperamos que dure por até oito anos”, ressalta Gilberto.


Praça Tereza Cristina

Durante a reunião, a pauta também girou em torno do projeto de construção da intitulada Praça Tereza Cristina. Em seu planejamento atual, feito pelo arquiteto e urbanista Rodrigo Althoff junto a alunos e o escritório modelo, a praça será um ambiente de encontros e lazer. “Essa será uma praça muito simbólica para os tubaronenses, pois reflete o passado e agora o presente de Tubarão”, relata Rodrigo. “A restauração da locomotiva e a construção da praça significam o resgate da história de nossa cidade”, comenta o secretário de Cultura e Esporte, José Acco.

Fonte: Diário do Sul

  • 0
  • Publicado em Geral

Mulheres de Tubarão se unem contra o câncer

Para fortalecer as mulheres que estão enfrentando a luta contra o câncer, o grupo Flores de Aço se reuniu em Tubarão para um café. Reunidas no salão paroquial da igreja do bairro Humaitá, cerca de 40 mulheres que estão em alguma fase do tratamento da doença estiveram juntas para se fortalecer em busca da cura.

De acordo com a fundadora do grupo, Janaína Pures de Souza, o objetivo é elevar a autoestima das mulheres e fazer com que elas estejam unidas nesta batalha. “Na amizade e no companheirismo é onde conseguimos levar a doença com mais tranquilidade. Por mais que nossos parentes e amigos entendam, só quem passa sabe exatamente o que sentimos”, revela Janaína.

Ela destaca que as ações que envolvam o assunto “câncer” entre as mulheres não podem ficar apenas concentradas no mês de outubro, tendo em vista o projeto Outubro Rosa. Para ela, essa divulgação e apoio deve acontecer sempre. “Por isso, seguimos com este trabalho que não pode parar”, fala Janaína.

Durante a tarde especial, as mulheres participaram de várias atividades. “São tantas histórias, tantos rostos, tantas coincidências. Sim, estou careca, inchada, terei a mama retirada. Eu não escolhi ter câncer, mas se eu tenho posso optar por tentar ser feliz, pois ele não é meu amigo, mas está nas páginas da minha história e pode ser um aprendizado na minha vida”, fala Rosângela Gomes de Carvalho Alves, que luta contra o câncer de mama.

Com informações do Jornal Diário do Sul

  • 0
  • Publicado em Geral
Assinar este feed RSS
Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

22°C

Laguna - Santa Catarina

Mostly Cloudy

Humidity: 74%

Wind: 28.97 km/h

  • 24 May 2017 22°C 20°C
  • 25 May 2017 21°C 20°C