Dados Gerais

  • Área do Município
353km2, sendo 129km2 de zona urbana, distrito de Pescaria Brava com 28km2 e Ribeirão Pequeno com area de 126km2

 

  • População
Total de 47.568 habitantes, sendo 37.284 na área urbana e 10.284 na zona rural, segundo censo IBGE/2000.

 

  • Faixa Litorânea
Extensão 28.706 metros.

 

  • Ilha
Ilha dos Lobos, situada a três milhas da costa.

 

  • Localização
Situado na Região Sul do Estado de Santa Catarina. Apresenta latitude de 280 28' 54'' ao Sul e longitude 480 46'56'' à W de Greenwich e altitude média de 4 metros

 

  • Limites
- Ao norte município de Imbituba e Imaruí,
- Ao sul o município de Jaguaruna
- Ao oeste, os municípios de Capivari de Baixo, Gravatal e Tubarão,
- Ao leste, com o Oceano Atlântico.

 

  • Distâncias
 - Tubarão 30 Km.
- Criciúma 69 Km.
- Florianópolis 110 Km.
- São Paulo 815 Km
- Curitiba 410 Km
- Rio de Janeiro 1254 Km
 - Imbituba 30 Km
- Garopaba 51 Km
- Caxias do Sul 368 Km
- Gramado 459 Km
- Lages 247 Km

 

  • Temperatura
Média anual é de 19,70c, máxima absoluta em torno de 36,30c e mínima de 16,50c, entretanto no inverno a mínima registrada é de 5,2º C.

 

  • Ventos predominantes
Nordeste e Sul.

 

  • Colinas mais expressivas
Morro do Mar Grosso - 123m, Morro da Barra - 108m, Morro de Santa Marta - 95m e Morro do Gi - 46m.

 

  •  Picos
Morro Grande - 423m (Morro da Embratel), Morro do Cupido - 365m e Morro dos Mendes.

 

  • Dunas
Encontra-se em grande quantidade no Farol de Sta. Marta, Itapirubá e Praia do Sol.

 

  • Hidrografia
No município de Laguna a principal bacia fluvial é a do Rio Tubarão. No Delta do Rio Tubarão os principais rios são: Rio Sambaqui pequeno, Rio Sambaqui, Rio da Carniça, Rio da Madre, Canal da Jaguaruna e Rio do Meio. Outras pequenas bacias se localizam a oeste das Lagoas Santo Antônio e Imaruí, são de rios poucos extensos e encaichoeirados. Os principais rios são Rio Carreira do Siqueiro, Ribeirão da Pescaria Brava, rio Parobé, Ribeirão Pequeno, Ribeirão Grande e rio Taquaruçu.Todos os braços são fartos em pescado.

 

  • Lagoas
As lagoas ligam-se ao Oceano através da Lagoa de Santo Antônio, pelo Molhes da Barra e pela Lagoa do Camacho possuem sanilidade variável devido a interligação e a distância do mar. São elas: Mirim, Imaruí, Santo Antônio, Santa Marta, Camacho, Garopaba do Sul, Manteiga e Ribeirão Grande. Há por todas áreas inúmeros canais de irrigação e drenagem para a agricultura e pecuária. As lagoas são de grande importância econômica pela quantidade de peixes e camarão que produzem. As lagoas ligam-se ao Oceano através da Lagoa de Santo Antônio, pelo Molhes da Barra e pela Lagoa do Camacho possuem sanilidade variável devido a interligação e a distância do mar. São elas: Mirim, Imaruí, Santo Antônio, Santa Marta, Camacho, Garopaba do Sul, Manteiga e Ribeirão Grande. Há por todas áreas inúmeros canais de irrigação e drenagem para a agricultura e pecuária. As lagoas são de grande importância econômica pela quantidade de peixes e camarão que produzem.

 

  • Vegetação
Diversificada, típica de Mata Atlântica e também com áreas de restinga e mangue. Algumas espécies nativas da região: Bromélias, butiazeiro, coqueiros, gerivá, ipê amarelo, aroeira, araçá, pitanga, taquareira, palmito, xaxim, canela, etc.

 

  • Economia
A economia do município baseia-se principalmente na Pesca, com alta produção de camarão e siri em suas lagoas e de pescados na costa do Atlântico Sul. A pecuária e a agricultura são desenvolvidas principalmente no interior.
O turismo e o comércio são outros fatores econômicos.

 

  • Pesca

Pesca Artesanal do Camarão

 

Um dos pontos fortes da economia e do turismo de Laguna é a Pesca Artesanal. Praticada em alta escala, utiliza-se a técnica de iluminação a gás e a bateria, deixando então as Lagoas a noite semelhante a uma cidade distante e iluminada. O "Camarão Laguna" é famoso e reconhecido como um dos melhores do Brasil.

 

Pesca com auxílio dos Botos

 

A pesca com auxílio dos botos já faz parte da cultura lagunense e hoje atrai milhares de turistas para a cidade durante o ano todo. A técnica é a seguinte, num corredor de águas serenas, surge um dos espetáculos mais apreciados: nadando com maestria, os botos cercam os cardumes, geralmente tainhas, para leva-los até os pescadores a postos à beira dos Molhes. Os pescadores de pé, em fila dentro d'água preparam suas tarrafas para o arremesso. Quando o boto surge conduzindo o cardume em direção à praia, os pescadores acompanham parte desta perseguição. Tentando escapar, os peixes procuram lugares mais rasos, onde o Boto não pode chegar.
Em determinado momento ouve-se então o "chuá" das tarrafas, atiradas quase que ao mesmo tempo. Uma tarrafa cheia de peixes é um espetáculo fascinante. Estes mamíferos aquáticos são considerados os melhores amigos dos pescadores de Laguna. Os Botos são uma espécie de golfinhos. Nascidos nesta região e em contato diário com o ser humano, acabam perdendo o medo e juntos começam a trabalhar. Não se sabe ao certo quando começou esta parceria, mas de acordo com a cultura local, já faz muito tempo. O espetáculo da pesca em parceria com os botos só existem em três lugares no mundo: na Austrália, África do Sul e em Laguna.
Estima-se que há cerca de 40 botos nas lagoas da cidade e todos são reconhecidos pelos pescadores por seus respectivos nomes, colocados por eles mesmos. São eles: Tafarel e seu filhote Borrachinha, Canivete, Chinelo, Juscelino, Chega Mais, Galha Torta e outros.
Os Botos nascem, crescem e desaparecem nas Lagoas da cidade. A pesca com auxílio dos Botos ocorre durante o ano todo, mas é nos meses de abril, maio e junho que se torna mais atraente, devido ao ciclo da tainha. Para assistir este espetáculo é só de dirigir até os Molhes da Barra. A pesca tainha é considerada uma forte atividade em Laguna, e tornou-se um dos pratos mais procurados na região
Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

22°C

Laguna - Santa Catarina

Mostly Cloudy

Humidity: 74%

Wind: 28.97 km/h

  • 24 May 2017 22°C 20°C
  • 25 May 2017 21°C 20°C