Herdeiros de Algo Maior

18790

É interessante começar a entender o motivo de Deus ter escolhido José e Maria para criar e cuidar de seu filho. Mesmo numa situação tão complexa em que, mesmo sendo prometidos um ao outro, Maria acha-se grávida pelo espírito, José decide não expô-la à vergonha pública. José a amava, suas atitudes gritavam isso.

Mas a herança de Deus para o homem já estava predestinada, tudo é resolvido, pois, além de serem pessoas justas, boas, José e Maria eram submissos a vontade do Eterno; e coisas grandes acontecem quando nos submetemos ao seu querer. Nossa maior herança, Jesus, acabara de nascer.

A questão é que todos nós vivemos uma jornada, limitada aos erros e tempo escasso que nossa vida carrega, e uma pergunta que deve ser feita em cima disso é: essa tal jornada que vivemos, culminará em uma herança para os nossos filhos? Eles receberão algo das trilhas que fizemos?

O reinado de Saul não conseguiu trazer uma herança para Israel ou para sua própria família. Tanto é, que o rei ungido em seu lugar, Davi, causou uma surpresa a todos. Muito disso, por quem ele era, mas, principalmente, por quem Saul deixou de ser. As trilhas de Saul não levariam ninguém até Deus.

Davi, por sua vez, mesmo errando, mesmo tendo seu tempo de vida escasso como todos nós, sempre se mostrou arrependido diante do seu Deus, nada era maior do que o seu Senhor. Aos olhos de Deus, Davi era um homem a ser seguido. As suas trilhas levariam até Deus.

A herança que Salomão (seu filho e sucessor) recebeu, foi mais do que apenas riquezas. Foi mais do que apenas serviçais. Foi uma herança de vida. Uma vida que leva até o coração de Deus.

No livro Surpreendido pela Alegria, Lewis diz que seu pai não levava jeito para a felicidade. E quando se falava em herança, ele logo lembrava que única coisa que poderia oferecer para os filhos era uma pequena biblioteca de livros velhos. Justamente o que Lewis precisava para que o amor pela literatura despertasse em seu coração. O resto é história, não é mesmo, Aslam?

Isso precisa queimar em nosso coração, o maior tesouro que temos a oferecer aos nossos, e ao próximo, é justamente aquilo que existe de mais humilde em nós.

Se o Senhor nos deu o seu Filho por herança a nós, daremos a nós mesmos para que nossos filhos encontrem o Filho dEle.

avatar

Matheus Simplicio

Matheus Simplício é líder do ministério F5 Laguna e um apaixonado por livros, histórias e cinema. Escreve sobre cultura pop e assuntos do cotidiano através da visão cristã. Faz parte da membresia da igreja A verdade que liberta, a qual serve e ama.

Comments

comments