terça-feira, julho 17, 2018
Home Notícias Geral Forquilhinha ganha uma mineradora de Bitcoins

Forquilhinha ganha uma mineradora de Bitcoins

989
Foto: Lucas Colombo / DN

Energia elétrica barata e apoio da Coopera viabilizam empreendimento de parceiros criciumenses para garimpar a moeda virtual.

A empresa Nextbity, formada por empreendedores de Criciúma, está trazendo um negócio inovador para a região: uma mineradora de Bitcoins. A estrutura será montada em um terreno ao lado da sede da Coopera, em Forquilhinha, e consta de até cinco contêineres, cada um com cerca de 30 super computadores.

“Fornecemos processamento computacional para garimpar as moedas”, explica Luiz Estácio, responsável técnico pela Nextbity. Os usuários do sistema, os chamados mineradores, montam super computadores que operam 24 horas por dia para garimpar as moedas virtuais. “E o Bitcoin tem a vantagem de ser uma moeda com conversão que não inclui taxas abusivas de câmbio como as moedas tradicionais”, conta Rafael Rocha, da área comercial da Nextbity.

No Brasil, já é possível comprar imóveis, roupas, contratar advogados e outros serviços com Bitcoins. A Coopera foi procurada pois o serviço requer grande consumo de energia. “E temos, reconhecidamente, a energia mais barata do Brasil”, comenta o presidente da cooperativa, Walmir Rampinelli. A parceria deverá render até R$ 100 mil mensais à Coopera, que forneceu terreno para a instalação dos contêineres e deu apoio logístico aos parceiros, oferecendo orientação. “A prefeitura não impôs qualquer dificuldade”, explica.

Segundo informações do Portal DN Sul, a meta é colocar a mineradora em funcionamento no segundo semestre de 2018.

Comments

comments