segunda-feira, outubro 22, 2018
Home Notícias Saúde Família de Laguna pede ajuda para menino de 3 anos

Família de Laguna pede ajuda para menino de 3 anos

5426

Benício Montardo precisa passar por mais uma cirurgia ainda neste ano. Ele sofre de uma patologia rara e agressiva, que pode levar à cegueira.

A família de Benício Montardo, de três anos, começou uma campanha para que o garoto possa fazer uma cirurgia no olho direito ainda neste ano.

Benício, que mora em Laguna, sofre de uma patologia rara e agressiva, chamada doença de Coats. A doença atinge o desenvolvimento dos vasos sanguíneos da retina, e pode levar à cegueira. Ela ocorre, em 99% dos casos, em homens.

A mãe de Benício conta que a família descobriu recentemente, e que, desde então, ele já passou por duas cirurgias. “Um dos olhos começou a ficar como se ele tivesse estrabismo. Levamos no médico, no Rio Grande do Sul, e num primeiro momento pensamos que não era nada grave. Mas, após uma bateria de exames, foi constatada a doença. E só ali descobrimos que ele não enxergava bem com o olho direito”, explica a mãe, Nathane Montardo Toledo.

Como o menino nunca se queixou da falta de visão, a família acreditava que ele enxergava bem com os dois olhos. Dois dias após a descoberta, Benício já precisou passar pela primeira cirurgia. “Após esse primeiro procedimento, ele recuperou um pouco da visão. Depois, precisou fazer outra cirurgia. Da segunda vez, foi possível recuperar 20% da visão. Agora, com a terceira cirurgia, ele pode enxergar melhor em até 50%. Não existe garantia, mas é a única alternativa que temos”, conta Nathane.

Os custos para a terceira cirurgia são em torno de R$ 12 mil. O valor alto fez com que a família começasse uma vaquinha online para arrecadar a quantia. Segundo a mãe de Benício, os procedimentos já realizados só foram possíveis através da ajuda de amigos e da família.

COMO AJUDAR

A família de Benício é do Rio Grande do Sul, mas mora em Laguna há sete anos. Na Cidade Juliana, ele vive com a mãe, o pai, e o irmão mais velho, de oito anos. As doações podem ser feitas de diversas formas. Uma delas é pelo site www.vakinha.com.br. Até ontem, pelo site, a família havia arrecadado pouco mais de R$ 300.

Quem quiser fazer doações diretamente para a família pode entrar em contato com a mãe de Benício, Nathane, pelo telefone (48) 99672-0021.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Comments

comments