segunda-feira, novembro 19, 2018
Home Notícias Clima Epagri/Ciram confirma formação de ciclone extratopical e descarta ventos de 150 km/h

Epagri/Ciram confirma formação de ciclone extratopical e descarta ventos de 150 km/h

1038

Fenômeno se formará no sábado na costa do RS e atingirá SC e PR. Ronaldo Coutinho confirma veracidade do áudio e diz que regiões altas podem ter rajadas de 130 km/h.

Lily Farias

A previsão do tempo indica a formação de um ciclone extratropical no sábado, na costa do Rio Grande do Sul. Epagri/Ciram, Defesa Civil, Inmet e outros órgãos monitoram o fenômeno.

De acordo com o meteorologista da Epagri/Ciram, Clóvis Correa, as projeções são de que o  ciclone extratropical atinja também Santa Catarina e Paraná com previsão para ventos fortes que podem ser de 80 km/h a 100 km/h.

“Há um sistema de baixa pressão sobre o Rio Grande do Sul que fará com o que o ciclone extratropical se forme. Vai acontecer. Mas não da forma como estão falando, onde os ventos podem ser devastadores’, esclarece.

Rola desde ontem, nas redes sociais, um áudio do agrônomo Ronaldo Coutinho falando sobre as projeções para a formação do ciclone. No áudio, ele compara modelos de previsões como Europeu, Americano, Canadense e Brasileiro: o Inmet.

Conforme Coutinho, os modelos de previsões apontam diferenças na classificação do ciclone, tido até agora como extratropical. Ele diz que o modelo Europeu aponta a formação de um ciclone explosivo e que pode ter ventos de até 150 km/h.

“Preocupa o quadro  apresentado pelo modelo Europeu porque manteve os dados que mostrou dias atras. É muito perto para estar tão errado”, diz Coutinho no áudio. 

Hoje de manhã Coutinho confirmou no Facebook a veracidade do áudio. “Este aviso seria dado apenas na quinta de noite ou sexta, mas infelizmente um cliente mandou o zap para outros sem nossa autorização e deu esta confusão toda. Olhando os modelos, para nós existe esta chance e informaremos dentro do possível esta tendência.

Ele também confirma que mantém o quadro de ventania no sábado e domingo com rajadas que podem chegar a 130 km/h nos locais mais altos. 

Comments

comments