Em áudio vazado, pai de deputado chama vereador de Laguna de ‘mentiroso’

706
Peterson Crippa (E), Antônio (C) e Felipe Estevão (D). Foto: Editoria de Arte/Agora Laguna/Fotos: Elvis Palma (E) e Arquivo Pessoal

Peterson Crippa (PP) comemorou em rede social ter conseguido desde 2017 mais de R$ 1 milhão de recursos para saúde do município e foi questionado em gravação por Antônio Estevão (PSL).

Um áudio que vem circulando em aplicativos de mensagens e que é atribuído a Antônio Estevão, presidente da comissão provisória do partido na cidade, o pai do deputado estadual Felipe Estevão (PSL) chama o vereador Peterson Crippa (PP) de ‘mentiroso’. A divulgação acontece após o parlamentar divulgar o somatório de recursos de emendas vindas para Laguna que seriam oriundos de pedidos feitos pelo seu gabinete.

“Eu acho que tu sabe que o Preto Crippa é um adversário político, é ligeiro e quer fazer o nome dele. Mas é bobagem é mentira. Acho que ninguém luta mais que o Felipe. O hospital de Laguna, tu sabe que tá quebrado e o único dinheiro […] foi o 350 mil que o governador trouxe aquele dia. […] Fora disso, tudo é mentira e bobagem dele pra ele querer se promover nas costas dos outros”, diz trecho da gravação, divulgada por uma pessoa identificada apenas como Amauri.

O áudio começou a ser reproduzido na segunda-feira, 7, após o gabinete do vereador de Laguna divulgar que havia sido depositado o recurso de R$ 78 mil vindo de emenda parlamentar do ex-deputado federal Jorge Boeira (PP), para o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos.

Crippa intermediou o pedido junto ao parlamentar em 2018 e ao anunciar a verba comemorou publicando na legenda da foto compartilhada que já havia conquistado recursos na casa de R$ 1,188 milhão para a saúde de Laguna.

“Só achei um absurdo a divulgação de mais de 1 milhão de reais sendo que o que se tem de concreto é apenas os 350 mil do governo do estado. Não chamei de mentiroso. Apenas disse que poderia ser uma mentira”, diz Antônio, em entrevista por telefone ao Portal Agora Laguna, confirmando que enviou o áudio.

Cotado como pré-candidato à prefeitura pelo PSL ele afirma que não queria polemizar. Ainda segundo ele, desde a divulgação da gravação vem tentando contato com o homem que compartilhou o conteúdo, mas que não tem tido retorno das mensagens enviadas.

‘Não me senti impactado’, diz Peterson Crippa
Procurado pela reportagem do Portal Agora Laguna, Crippa, que está em Florianópolis, disse não ter se sentido impactado pela opinião do presidente provisório do PSL e que respeita o que ele pensa.

“Não vou dizer o que penso dele, pois não o conheço como cidadão e como político ele ainda é ‘novidade’. Todavia, não recebi nenhuma ligação de pedido de desculpas, o que me leva a crer que ele e sua família realmente pensam isso de mim”, afirma.

Questionado se iria contatar Crippa para conversar, Antônio confirmou a intenção: “Vou procurar o Preto para conversar e se precisar vou me retratar. Jamais quis ofender. Eu gosto dele”.

Emenda de R$ 350 mil é de deputado do PP
Em entrevista feita à Rádio Difusora de Laguna, o deputado estadual José Milton Scheffer explicou a origem do recurso destinado ao hospital de caridade. O parlamentar do Progressistas apresentou emenda ao orçamento do Estado para que parte do recurso da Saúde fosse destinada a 110 instituições filantrópicas, incluindo a unidade de Laguna.

“De acordo com o número de atendimentos a nossa emenda destina R$ 350 mil para o [hospital] Senhor Bom Jesus, de Laguna, que já estavam sendo aguardados há algum tempo, da mesma forma como serão contemplados outros hospitais da região conforme contemplamos na emenda de 2018 pagas este ano”, detalha Scheffer.

Apesar de aprovada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), o governador Carlos Moisés (PSL) vetou a iniciativa e depois a sancionou, após os deputados derrubarem a negativa do Executivo.

Há cerca de duas semanas o Estado encampou a emenda e converteu na Política Hospitalar Catarinense válida a partir de 2020, que destinará recursos anuais com base em métricas avaliativas que levam em consideração diversos aspectos da produção dos hospitais filantrópicos.

Nossa equipe tentou contato com o deputado Felipe Estevão, mas até a publicação da matéria não havia obtido sucesso.

Fonte: AgoraLaguna

Comments

comments