Home Notícias Geral Dia dos animais: Data é comemorada nesta quinta-feira

Dia dos animais: Data é comemorada nesta quinta-feira

101

Em 4 de outubro também é comemorado o Dia da Festa de São Francisco de Assis, um amante da natureza e padroeiro dos animais e do meio ambiente

Em 1931, durante um congresso ambiental realizado em Florença, na Itália, ficou decidido que todo dia 4 de outubro seria comemorado o ‘Dia Mundial dos Animais’, uma forma de celebrar a vida de todos esses seres. A decisão dos congressistas pelo dia 4 de outubro não foi por acaso. Nesta data, a igreja católica celebra o Dia de São Francisco de Assis, conhecido por demonstrar preocupação com os animais e com o meio ambiente. Giovanni di Pietro di Bernardone – nome verdadeiro de São Francisco – viveu entre 1182 e 1226.

A data destaca a importância que os animais têm na vida dos seres humanos e do planeta, ressaltando o respeito e o compromisso que todas as pessoas devem ter com o meio ambiente. Francisco sempre se referia aos bichos como irmãos: irmão fera, irmã leoa. Ele também amava as plantas e toda a natureza: irmão sol, irmã lua. São expressões comuns na fala do santo, um dos mais populares até os dias atuais.

Há pessoas que não acreditam ser uma boa ideia que crianças sejam criadas lado a lado com animais de estimação. Para estas pessoas, isso é um risco ou uma fonte desnecessária de bactérias. Há pouco mais de dois anos, o Notisul trouxe com exclusividade a história do menino Bernardo Knabben Dozol, que vivia em isolamento por problemas de saúde. Hoje, passados os percalços, a criança não vive mais em isolamento e a sua saúde evolui a cada dia e já pode conviver com os animais. 

De acordo com a mãe do garoto de 3 anos, Anete Tereza Knabben, criar uma criança juntamente com um animal de estimação faz com que ela cresça com mais humildade, empatia e respeito. “A Liz é uma parceira para o Bernardo. Eles brincam, muitas vezes parece que ela cuida dele e ambos gostam muito um do outro. Um animal de estimação é bom porque a criança aprende a ter um pouco mais de responsabilidade, cuidado, amor e muito respeito”, defende Anete.
A educação infantil deve ser direcionada desde cedo para a conscientização da importância de proteger e valorizar os seres que habitam o meio ambiente, sejam os animais domésticos (cães e gatos, por exemplo), até mesmo os selvagens (leão, tigre, elefante e etc.). A existência de todas as espécies é essencial para o equilíbrio da cadeia alimentar de um ecossistema.

Adoção

No Brasil, 41% dos cães com lar fixo não têm raça definida, o popular vira-lata. O número foi divulgado em agosto do ano passado, em pesquisa do Instituto QualiBest, que ouviu 7.084 pessoas. Entre os entrevistados responsáveis por pets soma-se 65% e, desses, 79% têm cães, 39% gatos, 19% aves e 10% peixes.

Lei Federal

No Brasil, por Lei Federal, maltratar animais é crime. O maltrato compreende bater, prender o dia todo, não tratar quando doentes, submetê-los a trabalho forçado, deixar sem água, comida e abrigo e abandonar animais domésticos. No entanto, embora seja considerado crime, não há como obrigar o dono a ficar com o animal abandonado e, se responder pela acusação, poderá no máximo pagar penas alternativas.

Comments

comments