quinta-feira, junho 20, 2019
Home Notícias Segurança Corpo de professor, pesquisador e cientista é encontrado em Araranguá

Corpo de professor, pesquisador e cientista é encontrado em Araranguá

1000

Após dois dias sem dar notícias, os vizinhos ficaram preocupados com o tubaronense Rui Miguel de Carvalho e acionaram a PM ao apartamento em que ele morava

O tubaronense Rui Miguel de Carvalho Júnior foi encontrado morto por volta das 18 horas desta quarta-feira (15). A Polícia Militar foi acionada para atender ao chamado de vizinhos.

Depois de dois dias sem dar notícias, ele, que morava em um apartamento duplex no Centro de Araranguá, suscitou a preocupação dos vizinhos. A PM entrou pela marquise e abriu a porta, que estava chaveada por dentro.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) e o Instituto Médico Legal (IML) atuaram no caso. Havia sinais post-mortem – como inchaço e esverdeamento, que indicavam que o corpo estava no local entre 18 e 36 horas. De acordo com fontes ligadas ao Colégio Murialdo, fazia poucos dias que o professor Rui havia sido contratado para lecionar a disciplina de Física. Amigos mais próximos relatam que o professor sofria de depressão.

A carreira de Rui Miguel de Carvalho JúniorGraduado em química pela Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul (2004), mestrado em engenharia e ciências térmicas pela Universidade Federal do Paraná – UFPR (2010) e doutorado em química analítica pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2016).

Participou de um projeto de cooperação entre os EUA e Brasil, atuou com modelagem matemática de processos de geração de energia por gaseificação no U.S. Departament of Energy – National Energy Technology Laboratory (2010-2011).

Tem experiência na síntese e na caracterização de biodiesel de microalgas. É especializado principalmente em espectrometria atômica, atuando em ICP-MS, ICP-OES e em AAS (fonte de linha e de alta resolução com fonte contínua).

Desenvolve métodos analíticos para a determinação de elementos traço em amostras geológicas, ambientais, biológicas e industriais com ênfase em validação e otimização de metodologias analíticas utilizando principalmente digestão assistida por microondas, bloco digestor, ultrassônico e amostragem direta de sólidos.

Fonte: Post TV

Comments

comments