Chuva causa alagamentos em cidades de SC

554

Segundo a Defesa Civil, pelo menos dez cidades são monitoradas por causa do risco de deslizamentos.

A chuva na tarde desta quinta-feira (6) causou alagamentos em cidades do Vale do Itajaí, Litoral Norte e Norte catarinense, além de deixar pessoas e carros ‘ilhados’. Segundo a Defesa Civil, pelo menos dez cidades são monitoradas por causa do risco de deslizamentos. Houve queda de árvores e casas foram atingidas pelas enchentes. Ninguém ficou ferido.


Chuva causa alagamentos em cidades de SC

Segundo a Defesa Civil, pelo menos dez cidades são monitoradas por causa do risco de deslizamentos 

Tweetar

Publicado em 06/02/2020 16h26

Chuva causa alagamentos em cidades de SC

A chuva na tarde desta quinta-feira (6) causou alagamentos em cidades do Vale do Itajaí, Litoral Norte e Norte catarinense, além de deixar pessoas e carros ‘ilhados’. Segundo a Defesa Civil, pelo menos dez cidades são monitoradas por causa do risco de deslizamentos. Houve queda de árvores e casas foram atingidas pelas enchentes. Ninguém ficou ferido.

ItajaíSegundo a Defesa Civil de Itajaí, as inundações ocorreram em curto espaço de tempo e volume de chuva foi maior do que a capacidade do sistema de drenagem. Os rios que cortam o município seguem sem transbordamentos até as 14h50.

Um dos pontos críticos foi registrado na Avenida Osvaldo Reis, que liga Itajaí e Balneário Camboriú.

Os bairros Fazenda, Praia Brava, Espinheiros, Portal 1 e Santa Regina foram mais atingidos, segundo o órgão. A queda de uma árvore causou prejuízos materiais para uma família do bairro São Roque. Equipes foram mobilizadas nos atendimentos.

A chuva começou por volta das 10h30 no município, mas intensificou durante a tarde, com volume registrado 60 milímetros até as 14h40, conforme a Defesa Civil.

Balneário Camboriú

Segundo a Defesa Civil de Balneário Camboriú, nas últimas 6 horas choveu 83,72 milímetros. Os pontos de alagamentos são na Avenida das Flores, Avenida Santa Catarina, Alvin Bauer, Rua Palestina, na Martin Luther, Avenida Atlântica com a Avenida Brasil, entre outras vias.

A prefeitura reuniu nesta tarde o gabinete de crise para deliberar sobre as diversas demandas causadas após o temporal. O nível dos rios também está sendo monitorado, assim como locais com riscos de deslizamento.

Os telefones 199 da Defesa Civil e 193 do Corpo de Bombeiros estão recebendo notificações das ocorrências de alagamento. Também disponível para atendimento o telefone da Defesa Civil (47) 3268-3133.

Ilhota e Garuva

De acordo com boletim divulgado às 14h do monitoramento da Defesa Civil Estadual, duas cidades estão em alerta para risco de deslizamentos. Em Garuva, onde choveu 284 milímetros nos últimos três dias, a prefeitura pretende decretar situação de emergência.

A outra cidade é Ilhota, onde a precipitação de chuva acumulada em 24 horas foi de 187 milímetros. No bairro Vila Nova, a tarde foi de limpeza para moradores que tiveram suas casas alagadas.

Outras cidadesTambém foram registrados transtornos por causa do temporal Barra Velha e Penha. Em Blumenau, a chuva também causou transtornos durante a manhã, mas a água escoou poucos momentos depois da chuva.

Fonte: G1/SC

Comments

comments