Casos da síndrome mão-pé-boca são identificados em Pescaria Brava

596
#Pracegover foto: na imagem há uma criança com o rosto com bolinhas vermelhas

A principal recomendação é para que as crianças com sintomas permaneçam em casa durante a recuperação

Casos da síndrome mão-pé-boca foram identificados em Pescaria Brava, segundo a Secretaria Municipal de Educação e Esportes. Nesta segunda-feira, 6, a pasta emitiu nota com orientações e recomendando que a higienização das unidades seja intensificada quando houver detecção. O número de crianças e as unidades afetadas não foram divulgadas.

A principal recomendação é para que as crianças com sintomas permaneçam em casa durante a recuperação e, se necessário, deve ser procurado atendimento médico. A síndrome é causada pelo vírus Coxsackievirus tipo A. O período de incubação é de três a seis dias, e provoca o aparecimento de pequenas lesões na boca, mãos e pés, além de provocar febre superior a 39ºC. É comum afetar crianças até cinco anos de idade.

Em Laguna, ainda não ocorreram registros. “Nos preocupamos o grande número de casos, mas em Laguna ainda não tive comunicados”, disse a secretária Juliana Fagundes. Outras cidades da região tiveram casos da síndrome.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/lagunainfoco

Fonte: Agora Laguna

Comments

comments