quinta-feira, abril 25, 2019
Home Notícias Política Bolsonaro é eleito com 55,13% dos votos válidos

Bolsonaro é eleito com 55,13% dos votos válidos

651

Candidato do PSL recebeu mais de 57,7 milhões de sufrágios. Apuração nacional terminou às 23h42

Jair Messias Bolsonaro (PSL), de 63 anos, foi eleito para comandar o Brasil até 2022. O deputado federal conquistou 57.796.972 votos, o equivalente a 55,13%, e será o 42º presidente da república do país. Ele superou o petista Fernando Haddad, que somou 47.038.792 (44,87%).

A vitória confirma todas as pesquisas de intenção de voto, que apontavam Bolsonaro com ampla vantagem sobre Haddad e menor rejeição do que o petista. No primeiro turno, ele obteve quase 50 milhões de votos e avançou em primeiro lugar para a disputa final.

A confirmação da vitória ocorreu pouco depois das 19h20, quando mais de 94% das urnas já haviam sido apuradas. A contagem chegou ao fim às 22h42.

No discurso da vitória, o presidente eleito afirmou que o novo governo será um defensor da Constituição, da democracia e da liberdade. “Isso é uma promessa, não de um partido, não é a palavra vã de um homem, é um juramento a Deus”, afirmou.

Bolsonaro afirmou no discurso que assumiu o compromisso de fazer um “governo decente”, formado por pessoas com o propósito de transformar o Brasil em uma “grande, próspera, livre e grande nação”. Também declarou que a “liberdade é um princípio fundamental” e citou como exemplos a liberdade de ir e vir, político e religiosa, de informar e de ter opinião e de fazer escolhas.

A definição do ministério do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deverá se acelerar nos próximos dias, mas os primeiros nomes foram confirmados ontem. No poderoso ministério da Fazenda, que poderá ser renomeado para Economia, figura desde o início o economista Paulo Guedes. 

Para a estratégica Casa Civil, foi escolhido o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS). E para o Ministério da Defesa, a escolha recaiu sobre o general reformado Augusto Heleno.

Na pasta de Ciência e Tecnologia, o astronauta brasileiro Marcos Pontes, que é tenente-coronel da Aeronaútica, também foi confirmado por Bolsonaro e ele próprio admitiu que aceitaria a missão. 

O presidente Michel Temer fez um pronunciamento após a divulgação do resultado das eleições presidenciais e confirmou que a transição começa hoje. “A transição já está praticamente toda formatada. O que foi feito e o que ainda deve ser feito”, revelou.

Comments

comments