terça-feira, setembro 25, 2018
Home Notícias Economia Aumento diário: litro da gasolina ultrapassa os R$ 4

Aumento diário: litro da gasolina ultrapassa os R$ 4

3256

Ontem, a maioria dos postos de combustíveis em Tubarão já apresentava novos valores nas bombas. O acréscimo no preço ficou em torno de R$ 0,10. 

Tudo por conta de mais um aumento promovido pela Petrobras, de 0,95% para o preço do diesel e de 1,80% no preço de gasolina comercializados nas refinarias.

Segundo a empresa, o preço do diesel A nas refinarias passará de R$ 2,3082 para R$ 2,3302 hoje – o que significa uma alta de 0,95%. Já o preço da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0046 para R$ 2,0407 o litro, no mesmo período, o que representa um aumento de 1,80%.

De acordo com Elaine Nunes Menegaz, do Posto Canário, o preço do litro da gasolina (comum ou aditivada) à vista estava ontem a R$ 4,09. 

Já no Posto Premier, o gerente Valdo Mendes diz que a gasolina comum passou ontem para R$ 4,09 e a aditivada, R$ 4,179, à vista. “Praticamente todos os dias está tendo aumento nas distribuidoras. Não está fácil, porque pagamos com aumento e precisamos repassar para o consumidor”, comenta. 

Este é o 4º reajuste já anunciado nesta semana. Na véspera, a companhia elevou em 1,82% o preço da gasolina e subiu 1,76% o preço do diesel, nas refinarias. 

A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo. Ontem, o barril de petróleo Brent superou US$ 80 pela primeira vez desde novembro de 2014.

Em março, a petrolífera mudou sua forma de informar os reajustes e passou a anunciar os preços do litro da gasolina e do diesel vendidos pela companhia nas refinarias – e não mais os percentuais.

Desde o início da nova metodologia, o preço da gasolina comercializado nas refinarias acumula alta de 55,28% e o do diesel, valorização de 56,55%.

Novo formato

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente. A decisão de repassar o aumento do valor da combustível cobrado pela Petrobras para o consumidor final é dos postos de combustíveis.

Comments

comments