Apenados trabalham na limpeza das ruas de Lages

227

Os reeducandos irão trabalhar de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h. Para cada três dias trabalhados, é reduzido um dia da pena.

Um convênio entre a Prefeitura de Lages e o Governo do Estado de Santa Catarina permite que 15 reeducandos do Presídio Regional de Lages trabalhem nos serviços gerais de limpeza urbana e manutenção das vias públicas.

Alguns deles já estão na ativa, outros encontram-se em atividades internas para aprender a função. Nas ruas, o grupo cumpre as mesmas regras de uma unidade prisional, como comprometimento, produção, disciplina e respeito.

Eles serão fiscalizados pelo Departamento de Administração Prisional (Deap), em horários e dias alternados. “Vamos acompanhar. Também serão supervisionados pela equipe da prefeitura”, explica o diretor do Presídio Regional de Lages, Diego Costa Lopes.

Regras

Para ter direito ao benefício, o apenado tem que apresentar bom comportamento, ter a liberação pelo Judiciário e ter atingido o tempo de cumprimento de pena necessário.

“Eles estão em várias profissões, alguns já vão para rua esta semana, outros ficarão como mecânico e ficarão na garagem da prefeitura”,  explica o diretor ao lembrar que o convênio pode ser ampliado no futuro, permitindo que mais presos trabalhem. 

Os reeducandos irão trabalhar de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h. Para cada três dias trabalhados, é reduzido um dia da pena. Eles também irão receber um salário-mínimo: R$ 998, pago pela prefeitura, via depósito bancário. Deste valor, 25% serão revertidos para o fundo das atividades socioeducativas da Administração Prisional.

Em reunião na Fundação Cultural, o secretário de Obras, João Alberto Duarte, detalhou o trabalho que os detentos executarão nas ruas. Todos os 15 que trabalharão nesta iniciativa, estiveram no encontro ouvindo as orientações e informações.

Fonte: Correio Lageano

Comments

comments