A Parte Mais Difícil de uma Oração

933

Não existe nada mais íntimo do que uma conversa cuja o coração está vulnerável, seja para aprender, seja para corrigir-se. Ser vulnerável em uma conversa sempre demonstra a confiança que temos com aquele que nos ouve.

E se Deus escolheu a oração para esperarmos algo dele, ser vulnerável é o que ele espera de nós.

No capítulo seis, do evangelho de Mateus, Jesus nos ensina a orar. E nessa oração ele nos ensina a santificá-lo (V.9), bendizê-lo (V.10), suplicá-lo (V.11), recorrê-lo (V.12) e, por final, nos ensina a pedir livramento (V.13).

A oração ensinada por Jesus é um guia para o suplicante, ela demonstra a forma pela qual devemos nos dirigir, a forma pela qual devemos conversar com aquEle que nos soprou a vida. Mas, além disso, é a maturidade que ditará a vulnerabilidade daquele que ora.

Quando alguém se achega a Deus pela primeira vez, sua falta de intimidade o faz enxergar a oração como uma feira de bênçãos, o momento de pedir tudo que precisa, esquecendo o que Jesus ensinou.

Mas como tudo na vida, uma oração madura se constrói com as labutas da vida, logo, a oração deixará de ser vista como uma feira de bênçãos, e começará a ser vista como uma fonte de fé.

Quando no Getsêmani, Jesus expressou a oração mais humana que já havia feito: “… afasta de mim esse cálice”, dizia, angustiado. Ver Jesus orar é ver uma oração madura sendo feita; uma oração como deve ser. Mas por que a maturidade é tão importante em nossas orações? No próprio Cristo respondemos; a maturidade é necessária porque somente ela nos dará a coragem de dizer: “seja feita a tua vontade”.

É nesse momento que a natureza humana enlouquece. Todos os nossos desejos são entregue àquEle que enxerga o real motivo de desejarmos.

Isso é se fazer vulnerável numa oração, é entregar todo o nosso medo, desespero, e até sonhos, nas mãos de Deus. É entender que somente ele tem o melhor.

“Seja feita a tua vontade” é uma frase comum na oração de um cristão maduro; esse cristão entende que nem tudo o que pede será dado, mas o seu maior conforto, por ser maduro, é justamente entender que nem tudo o que pede será dado.

avatar

Matheus Simplicio

Matheus Simplício é líder do ministério F5 Laguna e um apaixonado por livros, histórias e cinema. Escreve sobre cultura pop e assuntos do cotidiano através da visão cristã. Faz parte da membresia da igreja A verdade que liberta, a qual serve e ama.

Comments

comments